Abbas defende continuidade do diálogo entre palestinos no Cairo

Túnis, 30 jul (EFE).- O presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Mahmoud Abbas, disse hoje na Tunísia que seu Governo é firme partidário de continuar o diálogo de paz entre grupos palestinos, apesar dos recentes confrontos ocorridos na Faixa de Gaza.

EFE |

Abbas está na Tunísia como convidado do congresso do partido governamental tunisiano, diante do qual pronunciou um discurso no ato inaugural.

Em seu discurso, disse que o presidente egípcio, Hosni Mubarak, convidou o movimento islâmico Hamas e nacionalista Fatah, liderado por Abbas, a continuar as discussões no Cairo, para chegar a um compromisso que "promova a reunificação" entre os palestinos.

"Nesta terça-feira, foi recebido o convite do presidente (Hosni) Mubarak, e, no que me diz respeito, espero que o diálogo se torne efetivo", acrescentou.

Na semana passada, o Hamas deteve na Faixa de Gaza cerca de 200 militantes e simpatizantes do Fatah, acusando o grupo dos três atentados que mataram sete pessoas na sexta-feira.

Depois, o movimento Fatah deteve na Cisjordânia pelo menos 150 militantes do Hamas, enquanto este grupo radical ameaçou gerar uma "revolta" contra a ANP.

Abbas indicou também que a possibilidade de concluir, antes do fim deste ano, um acordo definitivo de paz entre a ANP e Israel que permita estabelecer o Estado independente palestino "é complicada, mas, no que se refere a nós, vamos seguir lutando por nossos direitos legítimos".

"Aspiramos à paz e à justiça, e queremos que nosso Estado independente tenha como capital a cidade de Al-Quds (Jerusalém)", disse, em meio aos aplausos dos presentes. EFE mo/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG