Abbas critica propostas de Israel para retomada de negociações

Cairo, 19 set (EFE).- O presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Mahmoud Abbas, disse hoje no Cairo que não aceitou voltar às negociações de paz porque Israel continua fazendo propostas inadmissíveis sobre os assentamentos.

EFE |

Segundo a agência de notícias estatal "Mena", Abbas ficou uma hora e meia reunido com o presidente egípcio, Hosni Mubarak, a quem disse que os palestinos só voltarão a negociar com Israel se as colônias judaicas pararem de crescer.

O presidente da ANP chegou ontem à noite ao Cairo, onde o enviado especial dos Estados Unidos para o Oriente Médio, George Mitchell, concluiu uma nova viagem pela região, mas sem conseguir um compromisso de israelenses e palestinos para a desobstrução do processo de paz, estagnado desde o fim de 2008.

A respeito da visita do americano, Abbas disse que Mitchell tentou buscar um acordo para que os assentamentos israelenses sejam contidos, mas este não foi possível porque "os israelenses insistiram em vários assuntos que ninguém pode aceitar".

De acordo com o presidente da ANP, além de querer excluir Jerusalém Oriental das áreas que devem parar de crescer, Israel que ter o direito de terminar as colônias que já começaram a ser construídas e de ampliar as existentes.

"São temas inadmissíveis. Tudo isto esvazia o processo de paralisação dos assentamentos, porque tira dele todo o seu significado", acrescentou Abbas.

Apesar do fracasso da viagem de Mitchell, o líder palestino antecipou que o enviado americano retomará seus esforços para destravas as conversas de paz após a Assembleia Geral da ONU. EFE aj/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG