Abbas continua no poder para evitar vazio, segundo ministro da ANP

Lisboa, 14 dez (EFE).- O ministro de Assuntos Exteriores da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Riad Maliki, disse hoje que o presidente da entidade, Mahmoud Abbas, continuará no cargo para evitar um vazio constitucional até que o movimento islâmico Hamas apoie a realização de eleições.

EFE |

Maliki fez estas declarações depois de uma entrevista em Lisboa com o ministro de Assuntos Exteriores português, Luís Amado, com quem assinou um memorando de entendimento para futuras consultas políticas bilaterais.

O chefe da diplomacia da ANP lembrou que o Hamas se negou a aceitar a realização de eleições em janeiro de 2010 e, para "evitar um vazio constitucional, a Organização para a Libertação da Palestina (OLP) decidiu estender o mandato de Mahmoud Abbas até que haja eleições".

Maliki ressaltou que deve haver eleições "o mais rápido possível" e pediu ao Hamas para que "assuma suas responsabilidades" e aceite a realização das mesmas.

Abbas tinha convocado eleições para janeiro, mas esta decisão foi rejeitada pelo Hamas, que a considerou ilegal e inconstitucional.

O ministro da ANP lembrou que o documento apresentado pelo Egito como país mediador aponta que, se as duas partes estiverem de acordo, o pleito deve ocorrer em 28 de junho e, apesar da oposição do Hamas a assiná-lo, demonstrou ter esperanças no contrário.

Maliki também falou do plano de Israel para o assentamento de novas colônias na Cisjordânia e acusou o Governo israelense de "desafiar a comunidade internacional".

Argumentou que, por um lado, Israel envia uma mensagem à comunidade internacional sobre a suspensão parcial das atividades nos territórios ocupados, mas, por outro, dá incentivos econômicos aos colonos.

O ministro da ANP pediu à comunidade internacional para que "tome uma posição" contra este plano de financiamento para colonos de Israel e ressaltou que este tipo de assentamento "é ilegal e viola a lei internacional". EFE prl/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG