Belém, 4 ago (EFE).- O presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP) e líder do Fatah, Mahmoud Abbas, inaugurou hoje a 6ª Conferência do grupo dizendo que as diferenças com o movimento islâmico rival, Hamas, que controla Gaza, aumentaram.

"Com suas ações contra nossos militantes na Faixa de Gaza, o Hamas abriu uma brecha com o Fatah", afirmou.

O líder palestino se referia à última de uma série de ações contra os ativistas do Fatah em Gaza, com o que o Hamas impediu que fossem à conferência, de três dias e que abriu hoje suas portas na cidade de Belém, na Cisjordânia.

O Hamas se nega a permitir que os mais de 400 residentes na Faixa convidados como delegados vão ao encontro na Cisjordânia, onde se juntariam aos 2.200 que participam da conferência.

Para levantar o boicote ao evento, o Hamas exige a libertação de cerca de mil militantes que estão em prisões na Cisjordânia, território controlado pela Autoridade Nacional Palestina (ANP), que é presidida por Abbas.

O Fatah, que completou 44 anos em janeiro passado, se encontra hoje em um dos seus piores momentos depois que perdeu as eleições legislativas em janeiro de 2006 para o Hamas, enquanto sua cúpula é considerada por grande parte da sociedade palestina corrupta e "colaboradora" com Israel.

Grande parte da militância do Fatah espera que a convocação da conferência sirva para regenerar a liderança do partido. EFE amg/rr

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.