Tomar aspirina de maneira regular pode prevenir os problemas de fígado sofridos por milhões de pessoas devido ao abuso do álcool, à ingestão de certas drogas e as doenças relacionadas com a obesidade, assinala um estudo divulgado esta semana.

"Muitos agentes como as drogas e o álcool podem lesionar o fígado. Encontramos maneiras de bloquear uma via central responsável pel dano hepático", declarou Wajahat Mehal, chefe do estudo conduzido na Universidade de Yale.

"Nossa estratégia é usar aspirina diariamente para prevenir lesões ao fígado, mas, se estas ocorrerem, também usar antagonistas TLR (um tip de molécula que bloqueia os receptores que ativan a inflamação) para tratá-lo", assinala.

O estudo, publicado no Journal of Clinical Investigation, foi realizado com camundongos.

Mehal explicou que as drogas que causam danos ao fígado, e fazem com que os pacientes não a usem por essa razão, poderão ser usadas se combinadas com aspirina.

"Isso oferece a apaixonante possibilidade de reduzir em muito a dor e o sofrimento de pacientes com danos hepáticos, usando um enfoque novo e prático", assinalou Mehal, professor associado da Divisão de Doenças Digestivas e do Departamento de Imunobiologia da Escola de Medicina de Yale.

Os benefícios preventivos da aspirina no combate às enfermidades cardiovasculares e certos tipos de câncer já foram estudados e documentados.

js/cn

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.