Declaração para um Marco Estratégico entre a Rússia e os EUA - Mundo - iG" /

A Declaração para um Marco Estratégico entre a Rússia e os EUA

Os presidentes George W. Bush e Vladimir Putin divulgaram neste domingo, em Sochi (sul da Rússia), uma Declaração para um Marco Estratégico, que equivale a um inventário de suas relações e esboça um mapa a ser seguido por seus sucessores.

AFP |

Estes são os principais pontos do documento de 9 páginas.

ESTRATÉGIA:

- Os presidentes recordaram que os Estados Unidos e a Rússia já não são inimigos ou constituem uma ameaça um para o outro.

DESARMAMENTO:

- Reiteraram sua vontade de reduzir seus respectivos arsenais nucleares "até seu nível mais baixo possível".

ESCUDO ANTIMÍSSEIS:

- Expressaram seu interesse em criar, em "partes iguais", um sistema de defesa antimísseis com os europeus.

TRATADO SOBRE AS FORÇAS NUCLEARES INTERMEDIÁRIAS (FNI):

- Estão de acordo em trabalhar juntos na análise das novas ameaças de ataques com mísseis e sua resolução.

AMPLIAÇÃO DA OTAN:

- Defendem um diálogo para abordar as "diferenças sérias" de pontos de vista em relação à ampliação da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan).

ARMAS DE DESTRUIÇÃO EM MASSA:

- Estão de acordo em trabalhar juntos para impedir a proliferação do armamento nuclear e de outro tipo de armas de destruição em massa.

ENERGIA NUCLEAR:

- Os Estados Unidos apóiam a iniciativa da Rússia em favor de uma nova infra-estrutura global de produção de energia nuclear.

IRÃ:

- Insistiram que o programa nuclear iraniano deve ter "exclusivamente" aplicações "pacíficas".

TERRORISMO:

- São partidários de intensificar sua cooperação, principalmente mediante o intercmbio de informações, na luta contra o terrorismo.

OMC:

- Rússia considera possível seu entrada na Organização Mundial do Comércio (OMC) antes do final de 2008.

1 cb-kat/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG