Está previsto menos chuvas nos próximos dias, mas há alerta para o risco de deslizamentos; 73 mil agentes foram enviados para operações de resgate

Chuvas torrenciais no Japão provocaram deslizamentos de terra e enchentes no país
Reprodução/ YouTube/ NHK WORLD-JAPAN
Chuvas torrenciais no Japão provocaram deslizamentos de terra e enchentes no país

Ao menos 124 pessoas morreram e 60 estão desaparecidas após chuvas torrenciais no Japão provocarem deslizamentos de terra e enchentes no oeste do país . O último balanço divulgado nesta segunda-feira (9) informa ainda que três vítimas estão em estado crítico.

A província mais afetada é a de Hiroshima, no sul do arquipélago, com 44 vítimas. O órgão meteorológico do país prevê menos chuvas nos próximos dias, mas alertou para o risco de deslizamentos. No sábado (7), o primeiro-ministro, Shinzō Abe, disse que a situação é "extremamente séria" e ordenou que os ministros "façam um esforço total" para resgatar as vítimas das  chuvas torrenciais no Japão .

A forte chuva prejudicou as operações de resgate em Hiroshima, Ehime, Okayama, Kyoto e outras regiões. Nas áreas mais atingidas, os níveis de água chegaram a cinco metros, obrigando alguns moradores a subirem nos telhados e varandas para atrair a atenção de helicópteros de resgate. Milhares de pessoas foram orientadas a evacuar suas casas.

De acordo com as autoridades, aproximadamente 73 mil soldados, policiais e bombeiros foram enviados para operações de resgate. 

Entre os desaparecidos há cinco pessoas que foram soterradas após um desmoronamento em Hiroshima. Na prefeitura de Ehime, uma mulher foi encontrada morta no segundo andar de uma casa atingida por um deslizamento de terra.

Leia também: Coreia do Norte diz que desnuclearização pode fracassar

A prefeitura de Yamaguchi, outra área atingida pela forte chuva, alertou as pessoas a prestar atenção aos avisos de evacuação e agir rapidamente.

A prefeitura de Kyoto disse que estava trabalhando para controlar inundações em várias barragens. Cerca de 250 pessoas tiveram que fugir de suas casas e a prefeitura identificou a fatalidade de uma mulher de 52 anos.

Estradas foram bloqueadas em algumas áreas e avisos de deslizamentos de terra emitidos. Caminhões militares de água foram enviados para áreas onde os sistemas de água não estavam mais funcionando, disse a prefeitura de Okayama.

Embora o Japão esteja entre os países asiáticos mais modernizados, as áreas rurais são duramente atingidas pela estação chuvosa, resultando muitas vezes em baixas e danos pesados. 

Papa Francisco lamenta estragos das chuvas torrenciais no Japão

O papa Francisco enviou nesta segunda-feira (9) um telegrama às autoridades eclesiásticas do Japão para lamentar as mais de 100 mortes provocadas por tempestades e inundações no país.

Leia também: Marinha da Tailândia confirma resgate de oito meninos em caverna inundada

O documento foi escrito pelo secretário de Estado do Vaticano, Pietro Parolin, em nome do líder da Igreja Católica. "Profundamente entristecido ao saber da perda de vidas e das feridas provocadas pelas graves inundações no Japão, Sua Santidade Papa Francisco expressa sincera solidariedade a todos aqueles atingidos por essa tragédia", diz o telegrama sobre as chuvas torrenciais no Japão .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.