Famosas Cachoeiras de Gokak, destino turístico da Índia, registraram 19 mortes de visitantes nos últimos cinco anos e tiveram segurança reforçada

O homem estava na cachoeira com seus amigos, supostamente bêbados, tentando tirar uma selfie para suas redes sociais
Reprodução/Twitter
O homem estava na cachoeira com seus amigos, supostamente bêbados, tentando tirar uma selfie para suas redes sociais

O indiano Ramjan Usman Kagji, de 35 anos, morreu após cair do topo de uma cachoeira de mais de 50 metros na região de Ghatprabha. Segundo informações do Daily Mail , ele estava escalando o penhasco das famosas Cachoeiras de Gokak para tirar uma selfie, se desequilibrou e despencou.

Leia também: Homem é multado por excesso de velocidade ao socorrer amiga picada por cobra

O caso aconteceu na tarde do último sábado (16), quando o homem e seus amigos estavam bêbados e decidiram ir até a cachoeira . Eles se aproximaram dos limites do desfiladeiro, foram avisados que o local era perigoso e mesmo assim continuaram, já que Kagji queria tirar uma selfie para suas redes sociais.

“Eu conseguia ver pelos seus gestos que os amigos estavam pedindo para mudar de posição, já que eles queriam capturar o ato no celular”, explicou uma testemunha à imprensa local. “Depois do acidente, quando nós corremos para o ponto a partir do qual ele caiu, ouvimos seus colegas dizerem que ‘ele não teria perdido a vida se não quisesse um ângulo melhor'”.

Outros turistas que visitavam a área gravaram os momentos em que o indiano escala o penhasco e, em seguida, perde o equilíbrio e cai na água. Assista ao vídeo que, publicado no Twitter, viralizou nas redes sociais:


Leia também: Itamaraty aguarda denúncia contra brasileiros que assediaram russa

Investigações sobre o incidente na cachoeira

A polícia da região está desde o fim de semana procurando o corpo da vítima, que ainda não foi encontrado e pode estar nas profundezas do rio. “O lago é muito fundo e esse é o motivo pelo qual ainda não localizamos o homem”, explicou o oficial responsável pelo caso.

“Se Kagji estava sob influência de álcool ou não é algo que só poderá ser analisado depois que o corpo for encontrado. No momento, não podemos dizer nada”, complementou a autoridade, que ainda disse que medidas de segurança foram tomadas nas Cachoeiras de Gokak.

Leia também: Idosos "acumuladores" não conseguem escapar de incêndio e morrem asfixiados

A segurança do local foi imediatamente reforçada para evitar incidentes parecidos na  cachoeira , que já registrou pelo menos 19 mortes de turistas nos últimos cinco anos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.