Tamanho do texto

Em vídeos e fotos feitas por passageiros, é possível ver problema em motor antes do pouso de emergência; avião voava de San Francisco para o Havaí

Passageiros gravaram momentos de terror quando motor de avião começou a se desintegrar durante o voo
Reprodução/Twitter/Erik Haddad
Passageiros gravaram momentos de terror quando motor de avião começou a se desintegrar durante o voo

Um Boeing 777 da United Airlines realizou pouso de emergência na terça-feira (13) enquanto realizava viagem de San Francisco para o Havaí após apresentar graves problemas mecânicos. Os passageiros registraram momentos de pânico em que é possível observar o motor do avião desintegrando-se durante o voo, acima do Pacífico.

Leia também: "Não sou herói", diz jovem que resgatou criança nos trilhos do metrô; veja vídeo

Depois do pouso de emergência, os passageiros relataram o terror vivido durante a viagem, afirmando ter sido "o voo mais assustador da vida". Vídeos e fotos tiradas da janela do avião mostram quando o motor do avião se 'desmancha' no ar, soltando pedaços enquanto voava. 

O drama a bordo do Boeing 777-222 começou, segundo o jornal The Guardian , logo depois de um estrondo ser ouvido 35 minutos antes do horário previsto de chegada. O avião da United Airlines tinha como destino a cidade de Honolulu, no Havaí, mas os pilotos tiveram de mudar a rota a fim de realizar o pouso de emergência de maneira segura. 

A bordo do voo assustador, o passageiro Erik Haddad, que é engenheiro da Google, conseguiu filmar o motor danificado, que estava ao lado de sua janela. Aparentemente calmo durante todo o incidente, Haddad postou uma série de fotos e vídeos na sua página do Twitter, ainda criticando o manual de sobrevivência. "Não vejo nada sobre isso aqui no manual", cutucou. 

Já a passageira Maria Falaschi, que também publicou imagens dos momentos nas redes sociais, afirmou que o voo UA1175 foi  "um dos mais assustadores da vida dela". Porém, destaca que os pilotos fizeram "um grande trabalho" e "assim como a tripulação". Segundo Maria, a equipe conseguiu preparar as pessoas para o caso do pouso de emergência de maneira exemplar. 

Leia também: Decolagem e pouso são as fases mais perigosas do voo

O que diz a empresa

Em nota, a United Airlines disse que o voo fez um pouso seguro às 0h38 locais (3h38 da madrugada em Brasília). "Nossos piliotos realizaram todos os procedimentos de protocolo necessários para um pouso seguro em terra", escreveu. 

Avião de modelo Boeing 777 foi comprada em 1994, segundo a United Airlines
Reprodução/Twitter Erik Haddad
Avião de modelo Boeing 777 foi comprada em 1994, segundo a United Airlines

A companhia aérea afirmou ao site Business Insider que o avião foi comprado em 1994, ou seja, é um dos primeiros Boeing 777 já vendidos. O modelo é o maior jato duplo do mundo.

Leia também: Avião chacoalha por duas horas durante voo e piloto pede "orações" a passageiros

A equipe de resgate e os bombeiros foram encaminhados à pista onde estava a aeronave logo depois do pouso. "Os passageiros desembarcaram normalmente", afirmou a empresa, que ainda garantiu que está "cooperando plenamente" com as investigações da Administração Federal de Aviação e do Conselho Nacional de Segurança do Transporte sobre as possíveis causas do problema no motor do avião. "A United Airlines está cooperando plenamente com a investigação da NTSB e da FAA sobre o evento".