Crime em Macerata pode ter ligação com assassinato de jovem de 18 anos, cujo corpo foi encontrado esquartejado em duas malas durante a semana

Tiroteio deixa feridos em Macerata, na Itália. Crime pode ter ligação com morte de jovem de 18 anos, achada esquartejada
Reprodução/Twitter
Tiroteio deixa feridos em Macerata, na Itália. Crime pode ter ligação com morte de jovem de 18 anos, achada esquartejada

Pelo menos seis pessoas ficaram feridas, neste sábado (3), após serem atingidas em uma série de tiroteios na cidade de Macerata , no centro da Itália. De acordo com as autoridades locais, os disparos foram realizados a partir de um carro esportivo que circulava no local. Um homem foi preso. 

Leia também: Jovem é encontrada esquartejada dentro de duas malas abandonadas na Itália

As seis vítimas foram atingidas próximo às vias dei Velini e Spalato, incluindo uma localidade perto da estação ferroviária da cidade. A polícia da Itália afirmou que todas as vítimas são imigrantes e negras. 

Macerata suspeito detido Luca Traini
Reprodução/Twitter
Macerata suspeito detido Luca Traini

O carro pilotado pelo criminoso era um Alfa Romeo preto. O suspeito tinha uma bandeira italiana enrolada em seu pescoço e foi identificado como Luca Traini , um italiano de 28 anos. Ele se declara nacionalista e, segundo testemunhas, fez uma saudação fascista após balear as vítimas. Na sua ficha policial, não há histórico de outros crimes cometidos.

Um vídeo publicado nas redes sociais e gravado por outros italianos que passavam pelo local mostra o momento em que Traini é preso pela polícia local, levando uma bandeira italiana nas costas. 

Leia também: Trump reclama de defesa a imigrantes ilegais após ter governo paralisado nos EUA

No Facebook, o prefeito de Macerata, Romano Carancini, alertou a população para ficar em casa por causa do incidente. "Por razões de segurança, todos os alunos permanecerão na escola e os ônibus de transporte público vão parar de trafegar", escreveu.



Mais tarde, na mesma rede social, ele acalmou a população afirmando que o atirador havia sido detido. "A pessoa que, nesta manhã, semeou o pânico na nossa cidade foi capturada. Podem sair das suas casas e ir buscar as suas crianças na escola", escreveu.

Assassinato de jovem italiana

Macerata, uma cidade com cerca de 43 mil habitantes, foi palco esta semana do assassinato de uma jovem italiana, cujo corpo foi encontrado desmembrado dentro de duas malas abandonadas. O principal suspeito da morte da jovem é um cidadão nigeriano.

Pamela Mastropietro, uma jovem de 18 anos, estava desaparecida desde a manhã da última segunda-feira (29). Na quarta-feira (31), duas malas foram encontradas com partes do seu corpo esquartejado

Leia também: Trump chamou países da América Central de 'buracos de merda', diz jornal

Há suspeitas de que os tiroteios deste sábado tenham sido uma espécie de vingança de Traini contra os imigrantes nigerianos que vivem na Itália. A família da jovem nega conhecer o atirador. "Pamela não conhecia Luca Traini, nunca teve relação com ele", disse à Ansa, Marco Valerio Verni, tio da vítima e advogado da família.

"Era impossível que ela tivesse relações com pessoas fora das instalações onde ela estava em tratamento desde outubro passado e, em todo caso, sua mãe e familiares nunca ouviram falar desse Luca Traini", acrescentou. O caso será investigado.

* Com informações da Agência Ansa.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.