A polícia foi acionada pela manhã, realizando a prisão de jovem de 19 anos; há suspeitas de que outras duas pessoas tenham sido assassinadas na data

No dia de Natal, mulher é assassinada em Mornington
Reprodução/Mirror
No dia de Natal, mulher é assassinada em Mornington

As comemorações de Natal não duraram muito na cidade de  Lisburn , na Irlanda do Norte. Em plena segunda-feira do feriado, uma mulher, ainda não identificada, foi encontrada morta, com ferimentos por todo o corpo. A polícia investiga o caso e suspeita que ela tenha sido esfaqueada.

Leia também: Pais são assassinados após tentar barrar namoro da filha com neonazista nos EUA

O inspetor-chefe do Serviço de Polícia da Irlanda do Norte, John Caldwell, afirmou ao tabloide britânico Mirror  que os detetives começaram as investigações assim que o corpo foi encontrado na residência, por volta das 6h da manhã, quando os serviços de emergência também foram chamados ao local do crime. Um jovem de 19 anos de idade foi preso, suspeito de ter cometido o assassinato em pleno Natal

Além do crime brutal que matou uma mulher na cidade norte-irlandesa, há indícios de que outras duas pessoas também tenham sido assassinados na mesma data.

Escassez de informações

De acordo com os relatórios da Belfast Live , o conselheiro do Partido Unionista Democrático (DUP), Jonathan Craig, disse que a morte da cidadã foi "profundamente traumática" para os vizinhos, funcionários da ambulância e da polícia.

"Estamos profundamente chocados com esse trágico incidente. Nossas orações e sentimentos para todos que perderam um ente querido neste dia. Agora devemos deixar que a polícia e o judiciário resolvam a situação", afirmou.

Leia também: Feminista de topless tenta arrancar estátua de Jesus de presépio no Vaticano

A política irlandesa Pat Catney acrescentou: "Este deveria ser um dia em que as famílias passam juntas, felizes e gratas por terem uns aos outros. Em vez disso, uma delas acordou com uma triste notícia. Não consigo imaginar a dor que estão sentindo. Meus pensamentos e orações neste momento extremamente difícil”.

Catney pediu ainda para que os policiais continuem informando a todos sobre o caso, além de solicitar para que pessoas que saibam ou que viram algo suspeito, não tenham medo de falar. Ela acredita que com isso, as investigações podem ser encerradas mais rapidamente.

A conselheira Amanda Grehan ressaltou que a população está muito abalada por ser a primeira vez que tiveram que lidar com um acontecimento tão desse cunho.

Leia também: Ônibus invade passagem subterrânea e mata ao menos cinco em Moscou; veja vídeo

"Meus pensamentos estão com os entes queridos da vítima. Entendo que o dia de Natal foi feito para celebrar o amor e a vida, e me sensibiliza profundamente saber que uma família passa essa data de uma forma tão dolorosa. Eu gostaria de pedir para aqueles que saibam algo sobre o caso que levem essas informações tão importantes para a polícia imediatamente”, concluiu ela.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.