O incêndio teve início por volta das 5h da manhã (em Brasília), e tomou todos os oito andares do edifício, que estava lotado; a maioria das vítimas estava empilhada nos 2º e 3º andares, após a tentativa frustrada de escapar do local

Pelo menos 18 pessoas morreram e 24 ficaram feridas nesta quinta-feira (21) durante um grave incêndio em cidade sul-coreana
Reprodução/Xinhua News
Pelo menos 18 pessoas morreram e 24 ficaram feridas nesta quinta-feira (21) durante um grave incêndio em cidade sul-coreana

Pelo menos 18 pessoas morreram e 24 ficaram feridas nesta quinta-feira (21) durante um grave incêndio que atingiu o prédio de um centro esportivo e de banhos públicos na cidade de Jecheon, na Coreia do Sul.

Leia também: Dois suspeitos são presos por atropelamento que deixou 14 feridos em Melbourne

O incêndio teve início por volta das 16h locais (5h da manhã em Brasília), e tomou todos os oito andares do edifício, que estava lotado. De acordo com o “Telegraph”, os bombeiros encontraram 16 das vítimas fatais dentro da sauna pública e as outras duas em outro local do prédio. A maioria dos corpos estava empilhada nos 2º e 3º andares, após a tentativa frustrada de escapar do local.

O fogo teria começado no primeiro andar, no estacionamento. Por causa da intensidade e rapidez que as chamas se espalharam, as autoridades acreditam que o número de vítimas pode crescer.

“O fogo produziu tanta fumaça tóxica de maneira tão rápida, que acabou deixando as pessoas  incapazes de evacuar o prédio”, afirmou um porta-voz.

Leia também: Balsa com 251 pessoas a bordo naufraga nas Filipinas; ao menos quatro morreram

Imagens do local mostram a construção tomada pelo fogo e uma fumaça negra, enquanto dezenas de pessoas aparecem no terraço aguardando por socorro. Emissoras de televisão locais registraram um homem pulando da janela para salvar a própria vida. Felizmente, ele conseguiu ser resgatado com um colchão colocado pelos bombeiros fora do prédio.

Condolências e repercussão

Jecheon está no centro da Coreia do Sul, a 120 quilômetros ao Sul da capital do país, Seoul.  Com a tragédia, a comissão organizadora dos Jogos Olímpicos de Inverno de PyeongChang de 2018 cancelaram a cerimônia de passagem da tocha na mesma cidade, que estava prevista para esta sexta-feira (22).  

Leia também: Na Rússia, vítimas de abuso doméstico são obrigadas a pagar fiança do agressor

 O pior incidente que atingiu o país asiático nos últimos tempos foi um incêndio criminoso em uma estação de metrô na cidade de Daegu, no sudeste da Coreia do Sul, que matou 192 pessoas no ano de 2003.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.