EUA admitem que gastaram mais de R$ 72 milhões em investigação secreta de óvnis

Dados oficiais apontam que US$ 22 milhões foram usados para a análise dos relatos de policiais norte-americanos; Óvnis ágeis e com sistema de propulsão diferente dos humanos eram os principais a serem estudados
Foto: Divulgação/CIA
Aeronáutica já havia iniciado um projeto para investigar relatos sobre óvnis feitos por policiais norte-americanos

O Pentágono assumiu, pela primeira vez na história, que realizou um financiamento milionário de um programa secreto que tinha como intuito investigar a aparição de objetos voadores não identificados (óvnis) entre 2007 e 2012.

Leia também: OVNI é avistado no céu dos Estados Unidos por três 'caçadores de alienígenas'

Ainda que o Departamento de Estado tenha comunicado que o projeto havia sido encerrado, o jornal The New York Times  publicou a confirmação de uma funcionária da entidade, que garantiu que o programa continua sendo feito. O projeto possui enfoque em relatos de militares norte-americanos que alegam ter visto objetos estranhos – que podem ser óvnis .

Informações oficiais apontam que US$ 22 milhões foram gastos com as atividades do programa. De acordo com os jornais norte-americanos, os relatos têm como elemento central o estudo de óvnis que não tinham um sistema de propulsão similar aos seres humanos e que atingiam altas velocidades rapidamente.

'Ameaças em potencial'

Conhecido como "Programa de Identificação Avançada de Ameaças de Aviação", o grupo de especialistas também investigaram diversos vídeos produzidos durante voos, o que inclui a gravação de 2004 – onde um objeto oval branco, seguido por dois jatos da Marinha na Califórnia, foi registrado.

Leia também: Youtuber cimenta a cabeça em micro-ondas e precisa ser resgatado por bombeiros

"O Programa de Identificação Avançada de Ameaças de Aviação foi concluído em 2012. Determinou-se que havia outras questões mais prioritárias que mereciam financiamento e foi com a melhor das intenções que o Departamento fez essa mudança. O Departamento leva muito a sério todas as ameaças em potencial ao nosso povo”, disse o porta-voz do Programa, Thomas Crosson.

Vale mencionar que o Exército estuda esses objetos há décadas, nos Estados Unidos. No ano de 1947, a Aeronáutica deu início a uma série de investigações para averiguar mais de 12 mil incidentes contados pelos militares. A iniciativa terminou em 1969 e o projeto ficou conhecido no mundo inteiro, como Project Blue Book .

Leia também: Homem fica pelado e escala caminhão em movimento durante briga de trânsito

Recentemente, a China anunciou a finalização das obras de seu radiotelescópio, que visam detectar a possibilidade de vida fora do planeta Terra .  Entretanto, diferente dos norte-americanos, que mantiveram seus programas sobre óvnis secretamente, o governo de Pequim apresentou o maior equipamento do tipo no mundo, com mais de 500 metros de diâmetro.

* Com informações da Agência Ansa.

Link deste artigo: http://ultimosegundo.ig.com.br/mundo/2017-12-18/estudo-de-ovnis.html