Imagens flagraram o momento em que o tremor de terra desesperou boa parte dos iranianos e alguns iraquianos; tragédia deixou mais de 300 mortos

Terremoto na fronteira entre Irã e Iraque interrompe aniversário infantil; veja esse e outros vídeos do momento do sismo
Reprodução/Twitter
Terremoto na fronteira entre Irã e Iraque interrompe aniversário infantil; veja esse e outros vídeos do momento do sismo

O desespero gerado a partir do forte terremoto que atingiu a fronteira entre o Irã e o Iraque, na noite deste domingo (12), deixando mais de 300 mortos e milhares de feridos , foi registrado em uma série de vídeos que foram publicados nas redes sociais nesta segunda-feira (13). 

Alguns dos vídeos foram gravados por meio de câmeras de segurança. Outros, porém, estavam sendo gravados em momentos de alegria, por moradores iranianos e iraquianos, que foram interrompidos pelo assustador tremor de terra.

Uma das imagens, por exemplo, aparecem duas crianças celebrando o seu aniversário, e se preparando para cortar o bolo, quando são surpreendidas pelo terremoto . É possível escutar o choro das crianças no final da gravação.

Em uma outra gravação, é possível notar quando um repórter, que estava ao vivo em um telejornal, percebeu que o terremoto estava acontecendo. O horror é visto nos seus olhos e demora para as imagens serem cortadas.

Câmeras de segurança flagraram o momento do terremoto em um loja e em um restaurante, em cidades localizadas no  Curdistão iraquiano.

Ainda não há informações sobre o prejuízo e os danos materiais causados pelo terremoto. Além disso, o número de vítimas só cresce. Pela manhã desta segunda-feira, subiu para 334 o número de mortos e passou de 3,9 o número de feridos na catástrofe.

Resgate das vítimas

O terremoto foi registrado às 21h48 (15h48 no horário de Brasília) e teve epicentro localizado a 32 km a sudoeste da cidade iraquiana de Halabja (a cerca de 300 km a noroeste da capital Bagdá).

Leia também: Veja vídeos de momentos desesperadores durante terremoto no México

Foram emitidos alertas em cidades de Israel e Dubai, nos Emirados Árabes Unidos.

"O objetivo agora é acelerar o envio de ajudas e as operações de socorro das pessoas soterradas nos escombros", informou o líder supremo iraniano, aiatolá Ali Khamenei.

A Turquia anunciou que o primeio comboio com ajuda humanitária já partiu para a zona do sismo. De acordo com o premier Binali Yildirim, a Defesa Civil Turca (Afad) enviou comida, remédios, 4 mil tendas de abrigo e 7 mil cobertores, além de profissionais médicos e de resgate.

O tremor de terra foi sentido também no sudeste da Turquia, mas não provocou danos e não foram divulgados vídeos da tragédia por lá.

Leia também: Entenda como acontecem os tremores de terra pelo mundo

* Com informações da Agência Ansa.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.