Motorista avança contra estudantes e deixa três chineses feridos na França

Registrado como um "atropelamento deliberado", ataque aconteceu quando motorista avançou contra estudantes que saiam da faculdade Saint-Éxupery
Foto: Reprodução/SkyNews
Ataque, registrado como um 'atropelamento deliberado' aconteceu quando um motorista avançou contra estudantes

A polícia francesa confirmou, na tarde desta sexta-feira (10), que um ataque contra um grupo de estudantes deixou pelo menos três feridos, por volta das 16h locais (13h, no horário de Brasilia), na região metropolitana de Toulouse , no sul do país.

Leia também: Putin diz que Estados Unidos querem influenciar eleições da Rússia

O ataque , registrado como um "atropelamento deliberado" aconteceu quando um motorista avançou contra os estudantes que saiam da faculdade Saint-Éxupery, em Blagnac.

Todas as vítimas são chinesas e têm entre 22 e 23 anos de idade. Os três estudavam informática na faculdade técnica do Campus IGS Alternance, no local.

O motorista foi preso. Ele – que tem 28 anos e não teve a identidade revelada – já era conhecido pela polícia por delitos menores. Na delegacia, ele presta depoimento.

De acordo com informações do The Sun , as investigações apontam que o suspeito seja esquizofrênico e que, recentemente, estava internado em uma clínica psiquiátrica.

Leia também: Mais de 100 pessoas são presas na Turquia, suspeitas de terrorismo

Duas das vítimas – um jovem de 23 anos e uma de 22 – estão levemente feridos. A terceira vítima, uma mulher de 23, está em estado grave. 

Motivação terrorista

A polícia francesa descarta que o atropelamento de um grupo de estudantes em Blagnac, no sul do país, tenha motivação terrorista.

Em entrevista à emissora estatal BFM-TV , o procurador de Toulouse, Pierre-Yves Coilleau, afirmou que a investigação "privilegia a pista de perfil psiquiátrico" do autor.

O responsável ainda reafirmou que o homem "era conhecido da Justiça" e que ele "foi condenado um dezena de vezes, sendo imposto um tratamento com obrigação de cura".

Leia também: Chefe de cozinha joga óleo quente em clientes após reclamação sobre a comida

No entanto, ele afirmou aos investigadores que planejou o ataque "por cerca de um mês". 

* Mais informações em instantes. Com informações da Agência Ansa.

Link deste artigo: https://ultimosegundo.ig.com.br/mundo/2017-11-10/ataque-franca-estudantes-toulouse.html