Mais de 100 pessoas são presas na Turquia, suspeitas de terrorismo

Megaoperação prendeu supostos membros do Estado Islâmico em Ancara; na fronteira entre Síria e Iraque, terroristas perdem restante de território
Foto: Wikipedia Commons
Ação contra terrorismo buscava 245 suspeitos de pertenceram ao Estado Islâmico

Pelo menos 110 supostos membros do grupo terrorista Estado Islâmico (EI) foram presos nesta quinta-feira (9) em uma operação na capital da Turquia, Ancara. De acordo com veículos de imprensa locais, as forças de segurança buscavam originalmente 245 suspeitos, em 250 diferentes localidades da cidade.

Leia também: Jornal “Charlie Hebdo” aciona a Justiça após aumento das ameaças de morte

Pelo menos 1.500 policiais, membros da unidade de combate ao terrorismo e do departamento de inteligência do Direção de Segurança de Ancara participam da ação. A megaoperação acontece depois que a polícia turca já prendeu mais de 300 supostos membros do EI este mês.

A Turquia sofreu nos últimos anos vários atentados suicidas com centenas de mortes reivindicadas pelo Estado Islâmico. O último ataque jihadista ocorreu em dezembro do ano passado quando um militante do EI, preso mais tarde, matou a tiros 39 pessoas em uma boate de Istambul .

Em agosto de 2016, outro ataque chocou o país, quando  53 pessoas morreram em um casamento na cidade de Gaziantep, no sul da Turquia. Pelo menos 22 das vítimas eram crianças com menos de 14 anos. O atentado foi realizado por um menino-bomba de apenas 12 anos.

Além disso, o país faz fronteira com a Síria, sendo porta de entrada para simpatizantes com a rede terrorista, mesmo os que moram na Europa e outras parte ocidentais do mundo.

Estado Islâmico perde território

Foto: Acnur/Ivor Prickett/ONU
A batalha pela recuperação da cidade de Mossul, no Iraque, durou 9 meses, entre 2016 e 2017

A operação em Ancara acontece no mesmo dia em que forças militares da Síria e milícias do Iraque anunciaram terem retomado o poder da cidade de Abukamal, na fronteira entre os dois países.

O município era o último bastião do EI em toda a região. Dezenas de combatentes do EI tinham se alocado em Abukamal após a reconquista de cidades maiores como Mosul (terceira maior do Iraque) e Raqqa (na Síria), usadas como bases do grupo terrorista.

Veja também: Trump ameaça Estado Islâmico depois do grupo assumir autoria de atentado em NY

De acordo com a emissora estatal de televisão síria, a retomada de Abukamal confirma que o Estado Islâmico perdeu todos os seus territórios ao longo do rio Eufrates. As operações militares contra o terrorismo na região foram conduzidas em diversas frentes, parte delas realizada pela coalizão entre Rússia, Iraque e Síria, e outra liderada pelos Estados Unidos.

*com informações da Agência Brasil e Ansa

Link deste artigo: https://ultimosegundo.ig.com.br/mundo/2017-11-09/110-presos-turquia-terrorismo.html