A basílica é uma das principais atrações turísticas da cidade. Autoridades italianas anunciaram que irão investigar as causas do incidente

Basília de Santa Cruz abriga túmulos de Michelangelo e atrai turistas do mundo inteiro
Wikimedia Commons
Basília de Santa Cruz abriga túmulos de Michelangelo e atrai turistas do mundo inteiro

Um turista espanhol de 52 anos morreu nesta quinta-feira (19), em Florença, na Itália, após ter sido atingido na cabeça por uma peça de alvenaria que caiu do teto da Basílica de Santa Cruz, uma das principais atrações turísticas da cidade. O pedaço de pedra despencou de uma altura de 20 a 30 metros em uma das naves da igreja, construída entre os séculos 13 e 14. O espanhol estava acompanhado da esposa, que ficou em estado de choque.

Leia também: Desaparecimento na Argentina vira tema eleitoral e causa comoção no país

A polícia bloqueou a entrada à basílica, do século 15, que fica no centro histórico de Florença e é um dos pontos turísticos mais populares da capital toscana, já que abriga os túmulos de italianos célebres, como Michelangelo Buonarroti, Nicolau Maquiavel e Galileu Galilei. De acordo com a mídia italiana, o fragmento que atingiu o turista era de cerca de 15 centímetros por 15 centímetros e apoiava uma coluna.

O incidente  levantou questões sobre as condições do patrimônio cultural da Itália , que inclui inúmeros monumentos antigos e frágeis. De acordo com a chefe da organização que administra a igreja, Irene Sanesi, a igreja passa por um trabalho plurianual de manutenção.

 "Todo o trabalho foi feito de forma constante ao longo dos anos. Estamos realmente espantados com o que aconteceu e nos perguntamos como isso pode acontecer", disse ela. O ministro da Cultura, Dario Franceschini, falando de Nova York, disse que promotores fariam uma investigação para determinar a causa e se a manutenção foi feita corretamente.

Veja também: Espanha anuncia que vai intervir e suspender a autonomia da Catalunha

Histórico de acidentes

Incidentes como este já aconteceram na Itália antes, país famoso por cidades históricas que ficam lotadas de turistas, especialmente durante o verão europeu.

 Em 1989, um campanário do século 14, na cidade de Pavia, no norte da Itália, despencou e matou quatro pessoas. A causa do acidente nunca foi determinada.

Uma criança pequena e uma mulher de 30 anos ficaram gravemente feridas em julho deste ano, quando um pedaço de gesso caiu do teto da Catedral de Acireale, na Sicília, durante um casamento.

Não se sabe se o corpo do turista morto em Florença já foi liberado para transferência para a Espanha.

Leia também: “Por isso levou bala na cabeça”; Malala vira alvo de críticas por jeans e salto

*com informações da Ansa e do New York Times

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.