Katie Layne Quackenbush, que disparou a arma, já tinha um histórico de passagens pela polícia. O caso aconteceu na cidade de Nashville, EUA

A mulher, de 26 anos, foi detida depois de alvejar um morador de rua em Nashville, Tennessee
Reprodução/Metropolitan Nashville Police Department
A mulher, de 26 anos, foi detida depois de alvejar um morador de rua em Nashville, Tennessee


Katie Layne Quackenbush, de 26 anos, foi presa na última segunda-feira (11) depois de atirar em um morador de rua. De acordo com o portal Metro , o crime aconteceu porque o homem, de 54 anos, pediu para ela "parar o seu Porsche em outro lugar".

Leia também: Mulher "se livra" de algemas, rouba viatura e é perseguida pela polícia; assista

Segundo Gerald Melton, que foi atingido na região do abdome, ele tentava dormir em uma calçada de Nashville, capital do estado americano do Tennessee, às três da manhã da segunda-feira. Seus planos, porém, foram interrompidos pela "música alta e a fumaça vindos de um Porsche SUV", como ele explicou para a polícia.

Melton se dirigiu ao carro, parado a alguns metros de distância, e pediu para a motorista estacionar o carro em outro lugar. A partir desse momento, os dois começaram a discutir, até que o homem voltou ao local onde tentava dormir e deixou a confusão para trás.

Pouco tempo depois, porém, Quackenbush andou até a calçada em que Melton estava, pegou sua arma e atirou duas vezes contra o homem, que, ferido gravemente, foi encaminhado para o hospital Venderbilt University Medical Center, onde permanece internado.

Leia também: Tribo desenterra, arruma e presenteia os mortos em festival tradicional; veja

O outro lado da história

A motorista, por sua vez, contou uma versão diferente às autoridades. Segundo seu pai, Jesse Queckenbush, o homem ameaçou sua filha e algumas amigas – sem motivo aparente – e também fez comentários sexistas. Ele ainda disse ao Metro que “ela não tinha a intenção de matar Gerald Melton. Ela nem mesmo sabia que o atingiu com a arma”, e que testemunhas poderiam confirmar a veracidade dos fatos.

Mãe de uma criança de cinco anos, a dona do Porsche foi detida na segunda-feira. Esta, porém, não foi sua primeira prisão . Em 2013, ela foi acusada de agressão na cidade de Amarillo, localizada no estado do Texas.

Leia também: "Discreta", mulher tenta se esconder da polícia em seção de vegetais de mercado

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.