Tamanho do texto

Furacão atingiu o território da Flórida neste domingo (10) com ventos que ultrapassavam os 220 km/h; veja mais informações sobre o Irma nos EUA

Em Miami, a força dos ventos e as chuvas geradas pelo furacão Irma já fizeram estragos e vítimas
Reprodução/Twitter
Em Miami, a força dos ventos e as chuvas geradas pelo furacão Irma já fizeram estragos e vítimas

As imagens que estão sendo divulgadas do Furacão Irma, que já passou e causou destruição nas ilhas caribenhas, Cuba e nos Estados Unidos são impressionantes. Desde que chegou ao território do estado da Flórida na madrugada deste domingo (10), o ciclone deixou um rastro de destruição, além de três mortos, pelo menos.

Leia também: Furacão Irma chega ao extremo sul dos EUA e deixa ao menos três mortos

Para ilustrar a força do furacão Irma , um homem tentou medir a velocidade dos ventos gerados pelo fenômeno e o vídeo do momento acabou viralizando nas redes sociais. É possível perceber que – arriscando a vida – ele mal consegue se manter em pé para fazer a mensura. Veja as imagens impressionantes registradas pelo homem, que não foi identificado.


O furacão Irma perdeu forças e, agora, está classificado como uma tempestade de categoria 2; contudo, ainda é considerado uma ameaça por poder causar tempestades perigosas ao longo da costa oeste da Flórida, informou o Centro Nacional de Furacões na noite deste domingo. Às 17h locais, a tempestade estava a cerca de 10 quilômetros a norte da cidade de Nápoles, com ventos máximos chegando a 195 km/h.

Leia também: Por causa do furacão Irma, mulher dá à luz com ajuda por telefone em Miami

O furacão chegou ao sudoeste da Flórida na madrugada de hoje, com ventos que ultrapassavam os 225 km/h. O Irma atingiu o território do estado como tempestade de categoria 3 por volta das 15h35 em Marco Island, Flórida.

Leia também: Após devastar o Caribe, Irma se aproxima dos Estados Unidos

Caribe, Cuba e Miami

De acordo com informações da agência de notícias "EFE", o Irma já deixou pelo menos 25 mortos e danos materiais consideráveis no Caribe. Já em Cuba, neste domingo, pelo menos cinco mil turistas estavam sendo deslocados para fugir das fortes tempestades . Em Miami, segunda cidade mais populosa do estado, a força dos ventos e as chuvas geradas pelo furacão já fizeram estragos na manhã deste domingo.  Há ruas inundadas e diversas árvores caídas.

 *Com informações da Agência Brasil e agências internacionais

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.