Trump admite que teve encontro extraoficial "interessante" com Vladimir Putin

Dois líderes conversaram reservadamente por 15 minutos, em meio a um jantar do G20 na Alemanha; americano disse que foi uma "troca de elogios"
Foto: CARLOS BARRIA/TRUMP
Donald Trump e Vladimir Putin conversaram por 15 minutos durante um jantar do G20 na Alemanha

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, confessou nesta quinta-feira (20) que teve uma conversa extraoficial "de 15 minutos" com o líder russo, Vladimir Putin, durante um jantar do G10, em Hamburgo, na Alemanha.

Leia também: Veja tudo sobre Donald Trump no iG

A declaração de Trump acontece um dia após o jornal  The New York Times  noticiar que os dois líderes tiveram um segundo encontro em Hamburgo. O primeiro encontro entre Donald Trump e Vladimir Putin aconteceu oficialmente durante a cúpula, quando ambos deram uma coletiva de imprensa conjunta. 

De acordo com Trump, essa conversa que ele teve com Putin, em um encontro extraoficial foi  "interessante". Segundo ele, a conversa foi apenas "uma troca de elogios".

"Já estávamos indo para a sobremesa do jantar e eu fui falar com Melania, quando aproveitei e cumprimentei Putin", disse Trump.

"Tratou-se de uma troca de elogios, nada mais que isso. Não foi uma conversa longa. Conversamos sobre algumas coisas, como adoções, foi interessante", explicou o republicano.

Leia também: Após revés na saúde, Trump pede revogação do Obamacare mesmo sem substituto

A Rússia veta a adoção de crianças norte-americanas por cidadãos russos. A medida foi imposta em 2012, após os EUA colocarem em vigor sanções contra Moscou por acusações de violações de direitos humanos.  Em 2016, o filho do presidente norte-americano, Donald Trump Jr., teve uma reunião com especialistas russos para discutir o tema.

O que Putin diz sobre isso

Em contraponto, o Kremlin criticou a pressão da mídia internacional sobre o segundo encontro entre Putin e Trump.

De acordo com o governo russo, "não era um segredo" e, portanto, não havia necessidade de dar destaque a isso. O porta-voz de Putin, Dmitry Peskov, também admitiu que uma outra reunião com Trump pode ocorrer, mas que não há data ainda.

A relação entre Putin e Trump gera polêmicas dentro e fora dos EUA. Isso porque a Rússia é acusada de tirar vantagens e interferir nas eleições presidenciais norte-americanas de 2016, prejudicando a campanha da candidata Hillary Clinton.

Leia também: Ele é puro ecstasy! Drogas com o formato da cabeça de Trump são traficadas

Por outro lado, Donald Trump e Vladimir Putin têm interesses opostos em assuntos estratégicos, como Oriente Médio e a guerra na Síria.

* Com informações da Agência Ansa.

Link deste artigo: https://ultimosegundo.ig.com.br/mundo/2017-07-20/donald-trump-putin.html