Para o presidente norte-americano, os republicanos deveriam revogar o 'falido Obamacare', antes dele fracassar – como prevê o magnata; entenda

Donald Trump pediu ajuda ao partido republicano para que se revogue o Obamacare, mesmo sem substituto
Reprodução/Twitter
Donald Trump pediu ajuda ao partido republicano para que se revogue o Obamacare, mesmo sem substituto

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, reforçou, nesta terça-feira (18), o seu pedido para que os senadores republicanos revoguem o Obamacare mesmo que não tenha conquistado a aprovação de um novo programa de saúde substituto para os americanos.

Leia também: Veja tudo sobre Donald Trump no iG

"Como eu sempre disse, deixem o Obamacare fracassar e depois reúnam-se para criar um grande plano de saúde. Fique ligado", escreveu Donald Trump em seu Twitter na manhã desta terça.

Na noite desta segunda, em uma outra publicação, Trump foi ainda mais claro sobre o mesmo assunto.

"Os republicanos devem simplesmente revogar o falido Obamacare e agora trabalhar em uma nova reforma da saúde. Os democratas se unirão", disse.

A mensagem foi divulgada após o presidente saber que a oposição de alguns senadores do seu próprio partido fez fracassar mais uma vez a proposta da saúde republicana para revogar e substituir o Obamacare.

Os senadores que anunciaram sua oposição à proposta são Mike Lee e Jerry Moran, que se uniram assim a Susan Collins e Rand Paul. Os quatro republicanos viraram as costas para o texto.

Com a oposição dos quatro republicanos e os 48 senadores democratas unidos em bloco contra a revogação do Obamacare, os votos favoráveis à nova proposta ficariam abaixo dos 50 necessários.

Leia também: Ele é puro ecstasy! Drogas com o formato da cabeça de Trump são traficadas

Apesar de diversas tentativas, mesmo com a maioria republicana nas duas câmaras, Trump não conseguiu aprovar a revogação e substituição da reforma da saúde de Obama, uma das grandes promessas eleitorais do magnata.

"Fomos decepcionados por todos os democratas e alguns republicanos. A maioria dos republicanos são leais, incríveis e trabalharam muito duro. Nós voltaremos", acrescentou o presidente nesta terça.

Consequências

Segundo estudos independentes do escritório de Orçamento do Congresso, entre 22 e 24 milhões de pessoas perderiam seus planos de saúde nos próximos dez anos com as propostas dos republicanos, defendida pelo presidente norte-americano.

Em vigor desde 1º de janeiro de 2014, o serviço distribui subsídios para ajudar famílias a manterem os custos de planos de saúde. Em seu perfil na rede social, Donald Trump considerou o programa que funcionava durante a gestão Obama "insustentável" .

* Com informações da Agência Brasil.

    Leia tudo sobre: donald trump
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.