Jogo nas redes sociais leva duas garotas a cometerem suicídio na Rússia

"Baleia Azul" é um jogo no qual adolescentes devem realizar desafios diários como assistir a filmes de terror e se cortar; última tarefa do jogo é o suicídio
Foto: Reprodução/The Siberian Times
Yulia Konstantinova (esquerda) e Veronika Volkova (direita) cometeram suicídio juntas ao pular de prédio de 14 andares

Autoridades russas se preocupam com um jogo que estaria incitando o suicídio entre jovens através das redes sociais. Acredita-se que o jogo tenha levado à morte de três garotas em fevereiro e de outros 130 adolescentes entre novembro de 2015 e abril de 2016.

Leia também: Bombardeio dos EUA abre novo capítulo na guerra da Síria; entenda o conflito

Conhecido como “Baleia Azul”, o jogo apresenta um desafio por dia aos participantes. No total, os jovens realizam 50 desafios, sendo o último deles o suicídio . Caso algum adolescente queira desistir no meio, os criadores o ameaçam.

As amigas Yulia Konstantinova, de 15 anos, e Veronika Volkova, 16, morreram no final de março quando chegaram ao desafio final e, juntas, jogaram-se do topo de um prédio de 14 andares na cidade de Ust-Ilimsk.

Na mesma semana, uma garota de 14 anos se jogou na frente de um trem em movimento e outra, de 15 anos, se feriu gravemente depois de se jogar de um apartamento e ter sua queda amortecida pela neve. Não se sabe ao certo, mas parece que as duas também estavam jogando “Baleia Azul”.

Antes de se matarem juntas, Yulia e Veronika deixaram mensagens em suas páginas nas redes sociais. Yulia publicou a foto de uma grande baleia azul e em seguida escreveu “’Fim”. Veronika costumava postar coisas como “Você sente que gradualmente se torna inútil?” e “Eu sou só um fantasma”. No dia de sua morte escreveu “O sentido está perdido... Fim”.

Leia também: No centro da Terra ou no elevador: veja os cinco jeitos mais bizarros de morrer

Dois garotos foram detidos pela polícia no local depois de supostamente filmarem o duplo suicídio. “Investigadores checaram o local, a casa das meninas e entrevistaram familiares para estabelecer o motivo”, disseram as autoridades em nota. “Os contatos sociais na internet receberam atenção especial”.

Em Krasnoyarsk foram abertas recentemente três investigações de incitação ao suicídio envolvendo estudantes em grupos de redes sociais. Em todos os casos, as garotas foram resgatadas antes que pudessem se matar.

Tarefas

Antes do desafio final, participantes do “Baleia Azul” devem cumprir outras tarefas. Uma delas é usar uma faca ou lâmina para desenhar o formato de uma baleia no pulso ou na perna. Outros desafios incluem acordar às 4h20 da manhã, passar um dia inteiro assistindo a filmes de terror e não falar com ninguém por 24 horas.

Persuasão

Os responsáveis pelo jogo são jovens adultos que convencem os adolescentes a participar. Eles dizem às meninas que elas estão gordas e aos meninos que eles são perdedores. Esses responsáveis dizem aos jovens que existe outro mundo e que eles estarão entre os escolhidos para conhecê-lo.

Leia também: Ataque com caminhão deixa ao menos três mortos em Estocolmo; suspeito foi detido

No grupo destinado à prática do jogo, são publicados vídeos dos participantes realizando as tarefas e “motivacionais”. Uma música publicada no grupo fala “nós partimos para o espaço aberto, não temos mais nada nesse mundo”.

Os organizadores perguntam aos jovens “você vai se arrastar por mais quantos dias nulos como esse?” e dizem que as melhores coisas da vida começam com a letra S: semiya (família), sábado, sexo e suicídio.

Link deste artigo: https://ultimosegundo.ig.com.br/mundo/2017-04-07/suicidio.html