Local foi esvaziado após um telefonema anônimo ter indicado a suspeita de uma bomba no prédio; mais de 100 pessoas foram retiradas do edifício

Entorno do edifício foi cercado e a polícia da França esteve no local para conferir se existia ou não uma ameaça real
Reprodução/ RT France
Entorno do edifício foi cercado e a polícia da França esteve no local para conferir se existia ou não uma ameaça real

O polo financeiro do Tribunal de Grande Instância de Paris, na França, foi evacuado na manhã desta segunda-feira (20) por um alerta de bomba. Localizado no centro da capital francesa, o prédio foi esvaziado após um telefonema anônimo ter indicado a suspeita de uma bomba no local.

Leia também: Tiroteio em aeroporto de Paris causa morte de suspeito e suspensão de voos

O entorno do edifício foi cercado e a polícia da França esteve no tribunal para conferir se existia ou não uma ameaça real. Mais de 100 pessoas foram retiradas do prédio e os outros edifícios próximos da Corte também foram evacuados por precaução.

No espaço, trabalham promotores e juízes que são responsáveis por investigações de cunhos financeiros e econômicos. É no prédio, por exemplo, que estão sendo apurados os casos relacionados a cargos fictícios de candidatos à presidência do país, como a da ultranacionalista Marine Le Pen e do conservador François Fillon.

Este episódio acontece no mesmo dia no qual os cinco principais candidatos às eleições francesas farão um debate entre si na televisão. Essa será a primeira vez na qual Le Pen, Fillon, Emmanuel Macron, Benit Hamon e Jean-Luc Melenchon se enfrentarão antes das primárias, que acontecerão no próximo dia 23 de abril.

Leia também: “Estou aqui para morrer por Alá”, disse homem responsável por ataque em Paris

Atentados

O clima no país está agitado desde a última quinta-feira (16), quando uma carta-bomba explodiu na sede do Fundo Monetário Internacional (FMI), ferindo uma pessoa. Após o incidente, considerado pelo presidente francês, François Hollande, como "um atentado", todos os escritórios do edifício também foram evacuados.

Já no último sábado (18), um homem tentou roubar a arma de uma soldado no aeroporto de Orly, o segundo maior do país. O suspeito foi morto por agentes de segurança, que afirmaram ainda que o suspeito esteve envolvido em um incidente ao norte de Paris antes de se dirigir ao aeroporto.

Leia também: Carta-bomba no FMI e tiroteio em escola elevam tensão contra terror na França

Segundo informações do “The Guardian”, o homem (que não teve identidade revelada) teria atirado em uma policial ao norte de Paris e, em seguida, cruzado a cidade em direção ao aeroporto de Orly. Fontes policiais ainda afirmaram à Reuters que ele estaria na lista de vigilância da segurança da França, e seria “muçulmano radicalizado”. A suspeita de ataque terrorista não foi descartado pelas autoridades.

* Com informações da Ansa

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.