Casada há um ano, mulher percebeu marido se mostrar abusivo ao longo dos meses, resultando em ataque violento justificado por 'selfies' no Facebook

Tailandesa foi ateada em chamas por marido abusivo em surto de ciúmes provocado por selfies no Facebook
Reprodução/Daily Mail
Tailandesa foi ateada em chamas por marido abusivo em surto de ciúmes provocado por selfies no Facebook

Um marido abusivo ateou fogo em sua esposa depois de ela publicar selfies em seu perfil do Facebook. Chatchawarn Tarrin se casou com Nednapha Nuankhul em janeiro de 2016, mas só se mostrou violento meses após a celebração do matrimônio.

Leia também: Jovem arromba casa, mata duas pessoas e devora carne da cabeça de uma vítima

Tarrin teve o primeiro "surto" quando Nuankhul publicou três fotos suas no Facebook em dezembro do ano passado. Nas imagens, mostra seu rosto sorridente. Apenas isso bastou para que,  antes que ela pudesse fugir, seu marido abusivo a banhasse em gasolina e ateasse fogo em seu corpo e na casa da família, no norte da Tailândia.

Nuankhul sofreu queimaduras em todo o corpo e no rosto. Ela já foi submetida a três procedimentos cirúrgicos de emergência e deve passar por mais cirurgias dentro dos próximos meses. Ainda assim, a vítima perdoou seu marido.

“O que aconteceu me marcou por fora e também em meu coração, mas eu preciso perdoar meu marido porque temos um filho juntos”, disse Nuankhul, que já recebeu alta do hospital e aguarda futuros tratamentos em casa.

Leia também: "Culpa do Diabo": homem mata namorada que não queria transar e estupra cadáver

“Enquanto o fogo me queimava, senti que o inferno era real. Foi a pior dor e terror que qualquer pessoa poderia imaginar. Agora sei que o inferno existe porque vou ficar assim para sempre”, contou a vítima sobre o ataque.

A mulher acredita que um dia seu agressor vai pagar pelo que fez de alguma forma. “Meu marido está cheio de pecados e um dia vai enfrentar o karma. Ele não pode fugir de tudo, agora está na prisão e tem um filho que precisa de carinho e da figura paterna”.

Uma amiga de Nuankhul decidiu arrecadar dinheiro para ajudar com os custos médicos da vítima. “Ela já passou por cirurgia no pescoço, boca e queixo duas ou três vezes. Seus dedos também foram muito danificados, ela precisa de cirurgia no braço direito e tem problemas de ligamento”, escreveu a amiga.

Leia também: Preso pedófilo que escondeu vítima em buraco atrás de geladeira por décadas

Tarrin, o marido abusivo, foi preso depois de confessar responsabilidade pelo ataque. Ainda não se sabe quando será o julgamento ou qual será a pena. “Esse era um problema conjugal e agora está sendo investigado para podermos dar a sentença correta”, afirmaram as autoridades.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.