A rainha passa o Natal em Sandringham todos os anos desde 1988 e, apesar da ausência na cerimônia, vai poder participar dos outros eventos em família

Outro costume da realeza britânica é a mensagem de Natal do rei ou rainha transmitida no dia 25 de dezembro
CBC/ Reprodução
Outro costume da realeza britânica é a mensagem de Natal do rei ou rainha transmitida no dia 25 de dezembro

Uma gripe forte fez com que a rainha Elizabeth, de 90 anos, perdesse pela primeira vez, em quase trinta anos, a missa de Natal ao lado da família real britânica. A cerimônia ocorreu na manhã deste domingo (25) no palácio de Sandringham.

LEIA MAIS:  "Natal virou refém da mundanidade", diz papa na Missa do Galo; assista

De acordo com a imprensa internacional, o Palácio de Buckingham informou que ela está se recuperando e, apesar de perder a missa, vai conseguir participar das celebrações em família. Os príncipes Philip, Charles e Harry, junto com a duquesa de Cambridge Kate Middleton, os filhos e outros membros da família real compareceram à celebração.

Príncipe Philip, de 95 anos, também chegou a ficar doente, mas já se recuperou. Os dois precisaram adiar sua viagem de férias por conta da gripe. A rainha passa o Natal em Sandringham todos os anos desde 1988.

LEIA MAIS:  Iraquianos livres do Estado Islâmico celebram primeiro Natal desde 2013

Mensagem de Natal

Outro costume da realeza britânica é a mensagem de Natal transmitida no dia 25 de dezembro. Quem deu início à tradição foi George V, em 1932. O discurso da rainha Elizabeth deste ano foi gravado antes dela ficar doente.

Ela afirmou que tira forças das “pessoas comuns que fazem coisas extraordinárias”. Segundo a rainha, a calma e dedicação de pessoas como cuidadores, trabalhadores comunitários, voluntários e bons vizinhos são características que os tornam especiais.

LEIA MAIS:  Queda de avião militar russo no Mar Negro não deixou sobreviventes

Elizabeth ainda citou uma frase de Madre Teresa de Calcutá: “Nem todos nós podemos fazer grandes coisas, mas podemos fazer pequenas coisas com grande amor”.

As conquistas dos atletas olímpicos e paraolímpicos do Reino Unido nos Jogos do Rio de Janeiro este ano também foram exaltadas.

Papa

Durante a celebração da tradicional Missa do Galo, na Basílica de São Pedro, no Vaticano, Papa Francisco disse que o Natal virou “refém” da mundanidade. “Essa mundanidade fez o Natal de refém e precisamos resgatá-lo”, criticou o líder católico, referindo-se explicitamente às trocas de presentes que ocorrem na data.

No mesmo discurso, que fez parte da homilia da Missa do Galo, o Papa recordou dos principais problemas que atingem o mundo, como a crise imigratória, o terrorismo e as guerras.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.