Tamanho do texto

Grupo autointitulado Democratas Nacionais nega atitude discriminatória e afirma que objetivo da ação foi "proteger" a população do país europeu

Spray anti-imigrante distribuído por partido conservador dinamarquês gerou repúdio de órgãos ligados à ONU
Facebook/Reprodução
Spray anti-imigrante distribuído por partido conservador dinamarquês gerou repúdio de órgãos ligados à ONU



Um partido político anti-imigração causou polêmica e revolta na Dinamarca após distribuir um spray "anti-imigrantes" com a intenção de "proteger cidadãos" contra "ataques de refugiados" no último sábado (23).

LEIA MAIS:  Número de refugiados no mundo equivale à população da Inglaterra, diz ONU

O "Danskernes Parti", partido conservador autointitulado Democratas Nacionais, distribuiu 150 desses artefatos anti-imigrante pelas ruas da cidade dinamarquesa de Haderselv, no sudeste do país. 

Como o uso de spray de pimenta é ilegal na Dinamarca, o grupo utilizou spray fixador de cabelo como conteúdo. 

LEIA MAIS:  Crianças já são metade do contingente de refugiados no mundo, alerta Unicef

Uma das representantes do Movimento Internacional de Refugiados Europeus, Izza Leghtas, classificou o ato como "hostil e xenofóbico". 

"As pessoas que vêm à Europa para escapar da guerra e da violência deveriam ser bem recebidas e tratadas com respeito como qualquer outro ser humano. O que eles encontram, porém, são portas fechadas e muito preconceito", lamentou Izza à "CNN".

Não é Racismo

O líder do partido conservador, Daniel Carlsen, defendeu o spray e disse "que não consegue ver como a atitude foi racista" já que visa a "proteção" da população.

"Spray de pimenta é ilegal na Dinamarca, então nós queríamos encontrar uma maneira de nossos cidadãos, em particular as mulheres, de se protegerem. Essa não é, obviamente, a maneira ideal".

Aumento descontrolado do fluxo de refugiados para a Europa agravou casos de xenofobia em diversos países
Pixabay
Aumento descontrolado do fluxo de refugiados para a Europa agravou casos de xenofobia em diversos países


O aumento do fluxo de imigrantes na Europa nos últimos anos agravou a xenofobia em diversos países do continente. A imagem dos refugiados passou a ser vinculada à de terroristas,. A escalada de atentados na Europa agravou a situação. 

LEIA MAIS:  Dinamarca prende quatro supostos recrutas do Estado Islâmico

A Comissão das Nações Unidas para Refugiados (UNHCR) lamentou "que esse tipo de incidente tenha ocorrido na Dinamarca contra refugiados e solicitantes de asilo, que sofreram tanto no passado", e disse acreditar que o partido "não representa a nação dinamarquesa".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.