Nos EUA, Capitólio reabre após incidente e pacote suspeito é investigado

Por Estadão Conteúdo |

compartilhe

Tamanho do texto

Polícia da sede do Legislativo dos EUA informou que um pacote no prédio da biblioteca do Congresso era investigado

Estadão Conteúdo

Segurança reforçada: No dia anterior, homem puxou arma em ponto de checagem de segurança
Yuri Gripas/Reuters - 28.03.2016
Segurança reforçada: No dia anterior, homem puxou arma em ponto de checagem de segurança

O complexo do Capitólio, nos Estados Unidos, reabriu nesta terça-feira (29), em meio a um aparato mais forte de segurança. No dia anterior, agentes atiraram e feriram um homem que puxou uma arma em um ponto de checagem de segurança, no momento em que entrava no Centro de Visitantes do Capitólio.

O Capitólio é a sede do Legislativo dos EUA. Ontem, a polícia identificou o homem envolvido no incidente como Larry R. Dawson, de 66 anos, do Tennessee. Ele foi acusado por um ataque com arma e por investir enquanto estava armado contra um policial. Dawson foi levado ao hospital para uma cirurgia e, no fim da segunda-feira, a polícia disse que o estado dele era grave, mas estável.

Em outubro, Dawson interrompeu uma sessão da Câmara dos Representantes e disse que ele era um "Profeta de Deus". Na segunda-feira, uma pessoa que estava próxima ficou levemente ferida, segundo as autoridades.

Nesta terça-feira, a polícia investigava dois pacotes suspeitos. No meio da manhã, a polícia do Capitólio informou que um deles já foi checado e não havia nenhum problema, mas outro, no prédio da biblioteca do Congresso, continuava a ser investigado. Enquanto isso, algumas vias foram fechadas e a polícia não permitia que mais pessoas seguissem para o Centro de Visitantes.



Leia tudo sobre: capitólioeuaestados unidospacote suspeito

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas