Tamanho do texto

Corey Lewandowsky foi formalmente acusado pela polícia de Jupiter, no Estado da Flórida, de ter agredido uma repórter

Corey Lewandowski em evento de campanha de Donald Trump: eles se defenderam das acusações
Facebook/Reprodução
Corey Lewandowski em evento de campanha de Donald Trump: eles se defenderam das acusações

Chefe da campanha para a presidência dos EUA do magnata Donald Trump, Corey Lewandowski foi formalmente acusado pela polícia de Jupiter, no Estado da Flórida, de agredir uma jornalista, nesta terça-feira (29).

De acordo com informações da rede de notícias "NBC", a jornalista Michelle Fields acusa Lewandowski de tê-la agarrado com força no braço esquerdo, empurrando-a para trás, durante um evento do pré-candidato republicano na cidade, realizado em 8 de março. Ele terá de se apresentar para julgamento em 8 de maio.

Trump se pronunciou sobre o assunto em sua página no Twitter, afirmando que Lewandowski é inocente, o que seria provado pelas imagens dos vídeos de segurança usados pela investigação, segundo ele.

O chefe da campanha do magnata também se pronunciou – e diretamente à mulher que o acusou de agressão. "Michelle Fields, você está delirando totalmente. Nunca encostei em você. De fato, nunca a conheci", escreveu ele no Twitter.  

A corrida eleitoral norte-americana:


    Leia tudo sobre: donald trump
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.