Ataque de homem-bomba mata mais de 60 pessoas em parque no Paquistão

Por Reuters | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Explosão foi perto de onde ficam os balanços para as crianças; grupo fundamentalista Taleban reivindicou a autoria do ataque

Reuters

Guardas observam estragos causados pela explosão na cidade de Lahore, uma das maiores do país
Reuters/Mohsin Raza
Guardas observam estragos causados pela explosão na cidade de Lahore, uma das maiores do país

Um ataque de um homem-bomba suicida neste domingo (27) matou ao menos 69 pessoas, a maioria mulheres e crianças, do lado de fora de um parque público na cidade de Lahore, no Paquistão, capital de Punjab, coração político do primeiro-ministro Nawaz Sharif, disseram representantes do governo e da polícia. 

A explosão aconteceu na área de estacionamento, a poucos metros de onde ficam balanços para crianças. Ao menos 300 ficaram pessoas ficaram feridas com a explosão, segundo autoridades. O movimento fundamentalista Taleban reivindicou a autoria do ataque. 

Equipes de resgate transportam o corpo de uma vítima do ataque no parque em Lahore
Reuters/Mohsin Raza
Equipes de resgate transportam o corpo de uma vítima do ataque no parque em Lahore

O Paquistão, um país com armas nucleares e 190 milhões de habitantes, enfrenta uma insurgência do grupo Taleban, além de gangues criminosas e violência sectária. Punjab é sua maior e mais rica província.

Testemunhas disseram ter visto partes de corpos espalhadas pelo estacionamento quando a poeira baixou após a explosão.

O parque estava particularmente movimentado no domingo, devido ao fim de semana do feriado de Páscoa.

Um conselheiro do setor de saúde do governo da província de Punjab, Salman Rafique, estimou ao menos 52 mortos.

"A maioria dos mortos e feridos eram mulheres e crianças", disse o superintendente de polícia da região onde fica o parque, Mustansar Feroz.

Em 2014, o Paquistão lançou uma ofensiva contra o Talibã e combatentes jihadistas aliados, para evitar que estes criassem refúgios no país para lançar ataques contra o próprio Paquistão ou o Afeganistão.

Punjab tem sido tradicionalmente mais pacífica que outras partes do Paquistão. Mas no ano passado uma bomba matou um popular ministro da província e mais oito pessoas em um ataque contra a casa do ministro na região.

Leia tudo sobre: Paquistãoataquehomem-bombaparque

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas