Presidente da Turquia alerta que Europa pode ser atingida por ataques curdos

Em Ancara, na capital do país, ataques de militantes curdos deixaram 37 pessoas mortas por conta de explosão de bomba
Foto: Presidência da República da Turquia/Fotos Públicas
Recep Tayyip Erdogan, presidente da Turquia; país que tem sofrido uma série de ataques


O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, alertou nesta sexta-feira (18) que a Europa também pode ser vítima de ataques de militantes curdos iguais ao que aconteceu na capital Ancara, onde 37 pessoas foram mortas.

"Não há razão para que a bomba que explodiu em Ancara não possa explodir em Bruxelas ou em qualquer outra cidade europeia", disse Erdogan. "As cobras com quem você está dormindo pode te morder a qualquer momento", acrescentou.

Enquanto isso, na província de maioria curda de Diyarbakir, no sudeste da Turquia, a polícia encontrou uma bomba em um carro estacionado perto de um escritório do governo regional e em uma escola, informou a agência estatal de notícias Anadolu.

A equipe de operações antibombas desarmou com sucesso o dispositivo que continha 150 quilos de explosivos.

A Turquia tem sido atingida por conflitos em áreas principalmente curdas no sudeste e tem sofrido uma série de ataques, incluindo dois na sua capital, que foram reivindicados por uma ramificação do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK).

Link deste artigo: http://ultimosegundo.ig.com.br/mundo/2016-03-18/presidente-da-turquia-alerta-que-europa-pode-ser-atingida-por-ataques-curdos.html