Coreia do Norte faz ameaça de ataque nuclear após manobras militares de Seul

Por Estadão Conteúdo |

compartilhe

Tamanho do texto

Autoridades sul-coreanas teriam entrado em contato com o vizinho do norte pedindo que parem com as provocações

Estadão Conteúdo

Soldados sul-coreanos participam de treinamento militar em Pohang, na Coreia do Sul
Kim Jun-Bum/ Associated Press/ Estadão Conteúdo
Soldados sul-coreanos participam de treinamento militar em Pohang, na Coreia do Sul

Após a Coreia do Sul iniciar a realização de exercícios militares em parceira com os Estados Unidos na última segunda-feira (7), o exército norte-coreano reafirmou neste sábado (12) que está preparando para lançar um ataque nuclear preventivo e "libertar o Sul, inclusive Seul".

A medida seria uma resposta às intenções sulistas de "avançar contra Pyongyang", ainda que os Estados Unidos e a Coreia do Sul afirmem que as operações não passam de "exercícios de rotina". Autoridades sul-coreanas teriam entrado em contato com o vizinho do norte pedindo que parem com as ameaças e este tipo de comportamento, alertando que a provocação pode resultar em conflito.

Um ataque preventivo desta magnitude é pouco provável, afirmam analistas, já que tem grande potencial de acarretar na queda do líder autoritário Kim Jong Un, diante de uma eventual retaliação norte-americana. A percepção é de que a retórica norte-coreana tem como alvo o público interno, numa tentativa de demonstrar força nas vésperas de um grande encontro do partido vigente, que deve ocorrer em maio.

Neste ano, os exercícios militares sul-coreanos ocorrem após o recente teste nuclear realizado pela Coreia do Norte, com o lançamento de um míssil de longo alcance.

Leia tudo sobre: mundocoreia do norteataque nuclear

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas