Após desistir da corrida, republicano Ben Carson anuncia apoio a Trump

Por Estadão Conteúdo |

compartilhe

Tamanho do texto

O neurocirurgião, que desistiu de sua candidatura na última semana, afirmou que há um lado "bastante cerebral" de Trump

Estadão Conteúdo

Carson abandonou a disputa após a Super Terça, quando não teve bons resultados nas prévias
Reprodução/Facebook
Carson abandonou a disputa após a Super Terça, quando não teve bons resultados nas prévias

O neurocirurgião Ben Carson, que desistiu na semana passada de concorrer à candidatura republicana à Casa Branca, anunciou hoje seu apoio ao candidato que lidera as prévias do partido, Donald Trump.

Em uma coletiva de imprensa feita no elegante clube que o empresário mantém em Palm Beach, Carson afirmou que existem dois Trumps - "um que vocês podem ver nos debates, e outro que é bastante cerebral... Este é o Donald Trump que vamos começar a ver mais e mais."

Isto é provavelmente verdade, emendou Trump, chamando a si mesmo de "grande pensador". Poucos minutos depois, no entanto, ao ser confrontado com perguntas de jornalistas sobre suas supostas duas personalidades Trump mudou de ideia. "Eu não gosto muito de me analisar demais", disse. "Acho que só existe um Trump."

Apesar de se pintar como um candidato de fora do establishment republicano, Trump tem começado a receber, pouco a pouco, apoio de alguns nomes proeminentes do partido, como os governadores de New Jersey e Maine, Chris Christie e Paul LePage, o ex-governador do Arizona, Jan Brewer.

Aos poucos, nomes importantes do partido Republicano tem declarado seu apoio a Trump
CNN/Reprodução - 21.02.2016
Aos poucos, nomes importantes do partido Republicano tem declarado seu apoio a Trump

O apoio de Carson vem dois dias depois que outra ex-candidata, Carly Fiorina, anunciar seu apoio ao senador Ted Cruz.

Os dois nomes restantes, o senador pela Flórida, Marco Rubio, e o governador de Ohio, John Kasich, enfrentam ambos primárias em seus Estados na próxima terça-feira. Um resultado negativo pode arruinar suas campanhas no final.

Após receber o apoio de Carson, Trump elogiou sua expertise em áreas como a educação e a saúde, sugerindo que ele pode ter um papel de conselheiro em sua campanha.

Corey Lewandowski, o gerente da campanha de Trump, negou que a aproximação de Carson, que é descendente de negros e bastante religioso, possa ter algum impacto sobre o voto de minorias ou dos evangélicos. "Temos a mesma mensagem para todos", disse.

(Fonte: Dow Jones Newswires)

Leia tudo sobre: Eleições EUABen CarsonDonald TrumpRepublicanos

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas