Mulher é condenada à prisão perpétua por matar as três filhas

Por O Dia | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Americana esfaqueou as crianças e foi encontrada ao lado de seus corpos. Defesa alegou insanidade e depressão pós-parto

O Dia

Carol Ann Coronado, de 32 anos, foi condenada a prisão perpétua por matar as três filhas a facadas na Califórnia, Estados Unidos. Ela foi encontrada em uma cama em sua casa, coberta de sangue ao lado das filhas mortas.

Carol Coronado esfaqueou as três filhas na Califórnia, nos Estados Unidos
Reprodução Facebook
Carol Coronado esfaqueou as três filhas na Califórnia, nos Estados Unidos

A mulher esfaqueou as meninas Xenia de 2 meses, Yazmine, de 1 ano, e Sophia, de 2, depois de se ferir com o objeto. No tribunal, Carol alegou "insanidade", no entanto foi condenada por triplo assassinato em primeiro grau.

De acordo com o ex-marido de Carol, Rudy Coronado, ela já não era a mesma quando a encontrou. Ele contou ao "Los Angeles Times" que viu um "demônio" nela após o crime. A defesa da americana pediu que ele fosse mandada a um hospital psiquiátrico ao invés de ir para a prisão, pois sofria de depressão pós-parto. O juiz não aceitou o pedido de clemência e determinou que o tratamento será feito na cadeia.

Fonte/O Dia

Leia tudo sobre: crimefilhasmorteamericana

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas