Estados Unidos admitem teste de bomba na Coreia do Norte

Por Ansa |

compartilhe

Tamanho do texto

Fontes do governo disseram que teste provavelmente ocorreu e que não foi um alarde lançado pelo regime de Pyongyang

Fontes do governo norte-americano disseram à rede CNN que acreditam que a Coreia do Norte tenha realmente feito um teste com uma bomba nuclear de hidrogênio no início de janeiro, quebrando o ceticismo adotado pela Casa Branca em relação ao tema.

A emissora divulgou nesta sexta-feira (29) que os funcionários, os quais preferem manter o anonimato, disseram que "provavelmente" o teste ocorreu de fato e que não foi apenas um alarde lançado pelo regime de Pyongyang.

Apresentadora fez anúncio surpresa de teste em TV norte-coreana
KRT
Apresentadora fez anúncio surpresa de teste em TV norte-coreana

Uma das hipóteses é que o teste, porém, não tenha sido completo, mas sim, parcial, de apenas componente necessário para a bomba de hidrogênio, como um detonador. Mas, de toda maneira, a Casa Branca vê o gesto com cuidado, pois representa um passo em direção a uma bomba nuclear de potência avançada.

A Coreia do Norte anunciou no dia 6 de janeiro que realizara com sucesso um teste de bomba nuclear de hidrogênio, despertando críticas da comunidade internacional, principalmente da Rússia e da China, países geograficamente próximos.

O Conselho de Segurança das Nações Unidas definiu o ato como uma "clara violação" às suas resoluções e se reuniu de emergência para trabalhar em novas sanções contra o país.

Uma bomba de hidrogênio pode ser até 50 vezes mais potente que as tradicionais de urânio e é mais difícil de ser produzida. Elas funcionam através da fusão de átomos em cadeia.

No dia do anúncio, nenhum especialista nem país conseguiu confirmar a realização do teste. Apenas a Coreia do Sul registrou um tremor de terra que poderia estar relacionado à atividade nuclear.

Leia tudo sobre: estados unidoscoreia do nortebomba hhidrogÊnio

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas