Portugueses elegem conservador Marcelo Rebelo de Sousa presidente

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Candidato governista obteve 52% dos votos ainda no primeiro turno das eleições e prometeu "seguir estilo próprio"

Candidato do presidente Aníbal Cavaco Silva, professor de Direito Marcelo Rebelo de Sousa obteve 52% dos votos
Creative Commons/ Wikimedia - Bernas Coimbra
Candidato do presidente Aníbal Cavaco Silva, professor de Direito Marcelo Rebelo de Sousa obteve 52% dos votos

O candidato conservador Marcelo Rebelo de Sousa foi eleito presidente de Portugal neste domingo (24). Ele obteve 52,15% dos votos ainda no primeiro turno das eleições (resultado oficial com 99,34% dos votos apurados).

Professor de Direito filiado ao Partido Social Democrata (PSD) – a mesma legenda do atual presidente português, Aníbal Cavaco Silva –, Rebelo de Sousa teve ampla vantagem sobre os demais candidatos, obtendo maioria em todos os distritos do país. O segundo colocado, o candidato independente Sampaio da Nóvoa, foi o escolhido por 22,78% dos eleitores.

Após o anúncio da vitória, Rebelo de Sousa declarou que "será o presidente de todos os portugueses e todas as portuguesas", conforme noticiou o jornal "Diário de Notícias".

Candidato governista que teve a eleição facilitada pelos bons resultados econômicos do país, Rebelo de Sousa saudou seus antecedores (o PSD já está há 10 anos no Poder), mas ressaltou que irá "seguir seu próprio estilo".

O social-democrata também prometeu "ser um presidente livre e isento" que pretende servir todos os portugueses por igual "sem discriminações nem distinções".

Leia tudo sobre: PortugalPresidenteEleiçõesMarcelo Rebelo de Sousa

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas