Papa Francisco altera regra da Igreja e inclui mulheres no rito do lava-pés

Por Ansa | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Tradicional missa "Coena Domini", realizada nas quintas-feiras santas, tinha apenas homens incluídos por seus antecessores

Missa de lava-pés realizada em catedral católica londrina no dia 18 de abril do ano passado
Mazur/Catholic Church England and Wales - 18.04.2014
Missa de lava-pés realizada em catedral católica londrina no dia 18 de abril do ano passado

O papa Francisco ordenou a alteração das regras do tradicional rito litúrgico do lava-pés, realizado durante a missa "Coena Domini", na quintas-feiras santas – data que precede a sexta-feira santa e o feriado de Páscoa.

Daqui para frente, meninas e mulheres também podem participar do culto, no qual o pontífice lava os pés de fiéis – até este ano, apenas homens ou meninos faziam parte da missa. O rito lembra o gesto feito por Jesus com seus apóstolos na noite da Última Ceia. 

Segundo Jorge Mario Bergoglio, "os pastores da Igreja podem escolher os participantes do rito entre todos os membros do Povo de Deus", ou seja, também pessoas do sexo feminino.

No ano passado, o papa Francisco já havia quebrado o protocolo, lavando o pé de seis detentas, além de seis detentos, entre eles um brasileiro, na cerimônia. Uma das mulheres estava com um bebê no colo, que também teve seus pés lavados, cena que comoveu os fiéis presentes no local.

Até então, o rito havia sido realizado pelos antecessores de Francisco apenas com homens.

O Papa Francisco em cerimônia de Natal realizada no ano passado, na Basílica de São Pedro
Alessandro di Meo/EPA/Lusa - 24.12.15
O Papa Francisco em cerimônia de Natal realizada no ano passado, na Basílica de São Pedro


Leia tudo sobre: papa franciscolava-péscoena domini

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas