Arábia Saudita executa 47 condenados por terrorismo

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Neste sábado, o governo saudita realizou execuções em 12 locais diferentes

A Arábia Saudita executa 47 pessoas condenadas por atos terroristas da Al Qaeda entre 2003 e 2006, segundo o Ministério do Interior do país. Os executados haviam sido condenados por conspirar e realizar ataques contra civis.

Das 47 execuções, quatro foram por decapitação. Os demais não tiveram seus respectivos métodos divulgados. O xiita Sheikh Nimr al Nimr também foi morto, segundo o jornal The Guardian. O Irã fez uma advertência de que a morte do clérigo “iria custar caro à Arábia Saudita”.

Leia tudo sobre: Arábia SauditaexecuçõesAl QaedaNimr al Nimr

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas