Milionário se livra de acusação de estupro dizendo que "penetrou por acidente"

Jovem contou que acordou com homem por cima dela. Empresário disse que caiu sobre ela depois de ser seduzido

Um milionário saudita de 46 anos ficou livre de uma acusação de estupro, nesta quarta-feira, justificando que "caiu e penetrou acidentalmente" uma jovem de 18 anos. O empresário Ehsan Abdulaziz era acusado de estuprar a jovem enquanto ela dormia no sofá de sua casa, em Maida Vale, em Londres, Inglaterra.

Foto: Reprodução
Ehsan Abdulaziz disse que caiu sobre jovem e a penetrou por acidente

Após uma noite na luxuosa boate Cirque le Soir, o empresário havia voltado para o apartamento com a moça e mais uma amiga, de 24 anos, com quem fez sexo na suíte do flat, segundo o "Daily Mail". Ao deixar o quarto e ver a jovem dormindo no sofá, ele a estuprou. Em depoimento, ela contou que acordou com o homem por cima dela.

Na versão de Ehsan, a jovem o seduziu e em seguida o puxou, fazendo com que a penetrasse "por acidente". Ele declarou que seu pênis estava "provavelmente saindo da cueca". 

Laudo pericial encontrou sêmen do saudita na vagina da jovem, mas ele alegou que foi fruto do ato sexual com a amiga dela. 

Link deste artigo: https://ultimosegundo.ig.com.br/mundo/2015-12-16/milionario-se-livra-de-acusacao-de-estupro-dizendo-que-penetrou-por-acidente.html