Simpatizantes do Estado Islâmico dizem que atacarão Londres, Roma e Washington

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Em mensagem divulgada nas redes sociais, ameaças são para capitais europeias e Estados Unidos

Em mensagem divulgada na rede social Twitter, simpatizantes do grupo extremista Estado Islâmico afirmaram que os próximos alvos de ataques terroristas serão Londres, Roma e Washington. A segurança dos Estados Unidos está reforçada desde o conhecimento dos atentados que aconteceram na França.

O primeiro-ministro italiano, Matteo Renzi, no entanto, diz que a Itália não recebeu nenhuma ameaça formal, mas que a Itália é um país forte que derrotou o terrorismo interno e os ataques da máfia. "Venceremos também este desafio", disse ele.

Roma é um dos lugares que o Estado Islâmico disse que vai atacar
Getty Images
Roma é um dos lugares que o Estado Islâmico disse que vai atacar

Segundo ele, esse tipo de ameaça foi vista durante todo o ano. "Este desafio durará anos, mas será destruído se a Itália permanecer unida". 

As informações são da Ansa. 

Os ataques que aconteceram nesta sexta-feira (13), em Paris, deixaram 129 mortos e mais de 350 feridos. 

Saiba mais sobre os atentados que assolaram Paris na noite desta sexta-feira:

Análise: terrorismo impõe medo para conquistar objetivos

'Vi pedaços de corpos voando para todos os lados', diz testemunha de ataques

Por que novamente em Paris?

Veja fotos dos atentados em Paris:

Presidente da França, François Hollande, fala ao telefone no dia depois ao atentado em Paris. Foto: fotos públicas/Christelle ALIX/ Élysée – Présidence de la République françaiseFrançois Hollande reúne-se com Conselho de Defesa após os atentados em Paris.. Foto: fotos públicas/Christelle ALIX/ Élysée – Présidence de la République françaiseAtentado em Paris. Foto: Reprodução/TwitterFrançois Hollande promete caçar terroristas depois de ataque em Paris. Foto: Reprodução/CNNEm pânico pelos barulhos de explosão, público invadiu o campo do Stade de France ao fim do amistoso entre França e Alemanha. Foto: Reprodução/TwitterMoradores jogam roupas de cama pelas janelas para que corpos nas ruas sejam cobertos. Foto: Reprodução TwitterAtentado em Paris. Foto: Reprodução/TwitterO presidente Barack Obama declara apoio aos franceses depois de ataque a Paris nesta sexta-feira (13). Foto: Reprodução/CNNTestemunha dos ataques em Paris. Foto: Reprodução/ TwitterHashtag em apoio às vítimas dos atentados na capital francesa começa a se difundir pelas redes sociais. Foto: Reprodução TwitterMapa mostra os lugares atacados em ação terrorista em Paris nesta sexta-feira (13). Foto: Reprodução/BBC BrasilPrimeiro-ministro britânico David Cameron falou sobre os atentatos de Paris no Twitter. Foto: Reprodução/TwitterA rede social Twitter caiu enquanto Paris era atacada por terroristas na sexta-feira (13). Foto: Reprodução


Leia tudo sobre: mundoestado islâmicoataques terroristaseuropa

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas