Malásia encontra 139 valas com restos mortais na fronteira com a Tailândia

Por Ansa | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

As fossas foram encontradas em operação que ocorre desde 10 de maio, mas, até então, a polícia não tinha um número oficial

A Malásia confirmou nesta segunda-feira (25) que foram encontradas 139 valas contendo restos humanos em 28 acampamentos ilegais próximos à fronteira com a Tailândia.

Chefe da Polícia Nacional da Malásia, Khalid Abu Bakar, durante coletiva em Wang Kelian, Malásia
AP
Chefe da Polícia Nacional da Malásia, Khalid Abu Bakar, durante coletiva em Wang Kelian, Malásia

As fossas foram encontradas em uma operação que ocorre desde 10 de maio, mas, até então, a polícia não tinha um número oficial.

Dia 20: Indonésia e Malásia fazem acordo para acolher imigrantes ilegais

Acredita-se que algumas das valas possam conter mais de um cadáver. O chefe de polícia nacional, Khalid Abu Bakar, afirmou que as autoridades suspeitam que os acampamentos sejam usados por traficantes de seres humanos para manter muçulmanos de etnia rohingya que fogem de Myanmar.

Os acampamentos estão a 500 metros da fronteira com a Tailândia, na mesma área onde, no início de maio, foram encontradas outras valas comuns com ao menos 30 corpos. A região sofre com uma intensa passagem de muçulmanos rohingyas que buscam uma nova vida na Tailândia e na Malásia. Originários de Myanmar, os rohingyas são considerados imigrantes ilegais em seu próprio país.

Sábado: Malásia suspeita ter encontrado valas comuns com migrantes

As autoridades indonesias e malaias estão deflagrando operações para banir a atividade de traficantes de seres humanos de seus territórios. Isso tem feito com que os imigrantes tentem entrar nos países através de embarcações. Mais de 3,6 mil muçulmanos rohingyas chegaram à Indonésia, Malásia e Tailândia desde 10 de maio.

Milhares estariam em barcos em alto mar, abandonados por traficantes, em uma emergência humanitária que tem preocupado a comunidade internacional.

Leia tudo sobre: tailandiamalasia

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas