Abordando relação complexa entre homem e natureza, artista polonês dispensa legendas e prefere localizar fotos com latitudes e longitudes

BBC

O fotógrafo polonês Kacper Kowalski venceu pela terceira vez o Prêmio Mundial de Foto da Sony no início do ano por seu projeto documentário "Efeitos Colaterais", sobre a complexa relação entre humanos e a natureza.

Kowalski também é piloto e faz a maioria de suas fotos aéreas perto da cidade onde cresceu, Gdynia, na Polônia, a bordo de um parapente ou girocóptero para alcançar alturas de 500 metros acima do solo.

Em vez de apresentar o trabalho com legendas ou títulos, Kowalski prefere identificar as imagens com as coordenadas exatas de onde elas foram tiradas, apenas com longitudes e latitudes.

"Eu queria dar aos espectadores uma impressão visual pura, livre de qualquer contexto. Porque é assim comigo quando eu estou voando. No ar, eu só tenho meus instrumentos; não há legendas no solo que me ajudem a fazer sentido do que eu estou vendo."

"Minhas fotografias – como as paisagens que eu vejo a 500 metros do solo - devem ficar abertas à interpretação de cada um."

A exposição com as fotos de Kowalski está aberta até 30 de maio na Curator Gallery, em Nova York -www.thecuratorgallery.com.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.