Pais enterraram o recém-nascido porque ela nasceu com defeito na boca. Uma vizinha ouviu choro e buscou ajuda

Jornal Meia Hora

Um recém-nascido foi encontrado pela polícia em uma cova rasa dentro de uma caixa de papelão onde havia sido enterrado vivo, na província de Guangxi, China. Segundo a TV China Central, os pais e as avós do bebê foram presos por planejarem o assassinato do menino. O dramático resgate começou quando uma vizinha ouviu um choro de criança e buscou ajuda.

Leia mais:

Relembre crimes em família que chocaram o Brasil

'Eu libertei meu pai', diz filho de cineasta Eduardo Coutinho após o crime

De acordo com a polícia, o bebê foi abandonado três ou quatro dias após nascer e não foi possível confirmar o tempo que ele ficou enterrado. Já a mídia chinesa informou que ele ficou oito dias debaixo da terra.

O menino foi rejeitado pelos pais por ter nascido com lábio leporino - fissura labial que pode ser reparada por cirurgia. A mãe do bebê contou que ela e o marido foram persuadidos pelas próprias mães a abandonarem o filho.

O pequeno estava a poucos centímetros da superfície, coberto de sujeira, mas respirando. Aparentemente, ele havia sido enterrado de forma que o ar entrasse na caixa de papelão, junto com água da chuva, o que o ajudou a sobreviver.

Os parentes presos confessaram ter abandonado o menino em um terreno, dentro da tal caixa. Depois, teriam voltado para enterrá-lo, pensando que ele já estava morto.

Vomitava lama

A criança foi encaminhada para um hospital para receber cuidados médicos. Segundo relatos, quando ele chegou ao local, vomitava lama. O bebê ainda está sendo monitorado e em estado de risco, conforme revelou a mídia chinesa.

Lembre os crimes em família que chocaram o Brasil


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.