'Novo tremor trouxe pânico de volta', diz brasileiro no Nepal

Por BBC | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Pânico voltou aos moradores do Nepal nesta terça-feira (12), após nova réplica do terremoto que devastou o país em abril

BBC

O terremoto que ocorreu nesta terça-feira (12) no Nepal – o segundo de grande magnitude em três semanas – trouxe de volta o pânico à população e minou a confiança de que o pior já havia passado, de acordo com o missionário brasileiro Silvio Aparecido da Silva, que vive há 15 anos no país.

Silvio afirmou que o tremor, de magnitude 7,3, foi mais fraco e durou menos tempo que o do mês passado, que matou mais de 8 mil e feriu quase 18 mil pessoas. De acordo com as primeiras informações das autoridades nepalesas, 16 pessoas morreram e 846 ficaram feridas nesta terça-feira.

Mesmo assim, segundo ele, as pessoas ficaram desesperadas e uma vizinha passou mal. "Achei que ela estivesse tendo um ataque cardíaco, mas era pânico."

O missionário estava em casa no momento do tremor e conta que, desta vez, foi possível correr para a rua sem cair no chão.

Veja vídeo da ZOOMIN com cenas de cidades atingidas nesta terça-feira:


"Mas estávamos em casa fazendo uma reunião exatamente sobre os próximos passos, sobre como superar e ir em frente. E agora isso será mais difícil."

Sílvio (de camisa quadriculada) caminha entre escombros do primeiro terremoto; nova réplica  atingiu fortemente a capital do Nepal, Katmandu, nesta terça-feira (12)
BBC Brasil
Sílvio (de camisa quadriculada) caminha entre escombros do primeiro terremoto; nova réplica atingiu fortemente a capital do Nepal, Katmandu, nesta terça-feira (12)


Silvio, que trabalha no projeto "Meninas dos Olhos de Deus", que resgata meninas do tráfico humano, disse que o terremoto abalou a confiança das crianças de que o pior havia passado.

"O terremoto foi forte, mas foi mais forte na alma das meninas", afirma.

Barracas
Ele conta que as crianças e funcionários do projeto voltaram a se abrigar em uma quadra esportiva como medida de precaução.

Segundo ele, os moradores de Katmandu também voltaram a armar suas barracas na rua, como haviam feito no primeiro terremoto. Além disso, ele ouviu relatos de que algumas casas, cujas estruturas já haviam sido abaladas com o primeiro tremor, desabaram.

Com medo de tremor, crianças de projeto social voltaram a se abrigar em quadra. Nesta terça-feira (12), forte réplica do terremoto voltou a atingir Katmandu (Nepal)
BBC Brasil
Com medo de tremor, crianças de projeto social voltaram a se abrigar em quadra. Nesta terça-feira (12), forte réplica do terremoto voltou a atingir Katmandu (Nepal)


O trauma também ficou evidente em uma réplica do tremor que ocorreu cerca de 40 minutos após o terremoto desta terça-feira.

"A intensidade foi muito menor, eu nem senti, mas as pessoas gritavam desesperadas", conta.

"Há um pânico instalado. A população estava voltando ao normal, mas agora estão entrando em desespero."

O projeto liderado por Sílvio é ligado à ONG Missão Cristã Mundial e abriga 150 meninas. Outros 17 brasileiros trabalham como voluntários - alguns, no entanto, voltaram para o Brasil após o terremoto do mês passado.

Veja imagens das cidades destruídas pelo terremoto:

Cenário devastado pelo terremoto que deixou mais de três mil mortos no Nepal. Foto: APCenário devastado pelo terremoto que deixou mais de três mil mortos no Nepal. Foto: APCenário devastado pelo terremoto que deixou mais de três mil mortos no Nepal. Foto: APCenário devastado pelo terremoto que deixou mais de três mil mortos no Nepal. Foto: APCenário devastado pelo terremoto que deixou mais de três mil mortos no Nepal. Foto: APCenário devastado pelo terremoto que deixou mais de três mil mortos no Nepal. Foto: APCenário devastado pelo terremoto que deixou mais de três mil mortos no Nepal. Foto: APCenário devastado pelo terremoto que deixou mais de três mil mortos no Nepal. Foto: APCenário devastado pelo terremoto que deixou mais de três mil mortos no Nepal. Foto: APCenário devastado pelo terremoto que deixou mais de três mil mortos no Nepal. Foto: APCenário devastado pelo terremoto que deixou mais de três mil mortos no Nepal. Foto: APCenário devastado pelo terremoto que deixou mais de três mil mortos no Nepal. Foto: APCenário devastado pelo terremoto que deixou mais de três mil mortos no Nepal. Foto: APCenário devastado pelo terremoto que deixou mais de três mil mortos no Nepal. Foto: APCenário devastado pelo terremoto que deixou mais de três mil mortos no Nepal. Foto: APCenário devastado pelo terremoto que deixou mais de três mil mortos no Nepal. Foto: APCenário devastado pelo terremoto que deixou mais de três mil mortos no Nepal. Foto: APCenário devastado pelo terremoto que deixou mais de três mil mortos no Nepal. Foto: APCenário devastado pelo terremoto que deixou mais de três mil mortos no Nepal. Foto: APCenário devastado pelo terremoto que deixou mais de três mil mortos no Nepal. Foto: APHomem executa ritos finais antes de cremar vítima do terremoto no Nepal. Foto: APCaixão à espera de corpo de vítima de terremoto que matou mais de duas mil pessoas no Nepal. Foto: APMulher chora ao lado de local em que corpo de vítima é cremado no meio da rua. Foto: APPessoas observam cremação em plena rua de vítima de terremoto no Nepal. Foto: APPessoas reconhecem corpos de familiares que foram vítimas de terremoto que matou mais de duas mil pessoas no Nepal. Foto: APMulheres choram diante dos corpos de parentes que morreram no terremoto do Nepal. Foto: APSituação de Katmandu, capital do Nepal, após terremoto que matou mais de duas mil pessoas. Foto: APCriança é socorrida após terremoto que deixou mais de dois mil mortos no Nepal. Foto: APSobreviventes de terremoto se desesperam ante ao cenário de destruição . Foto: APIdosa caminha por Katmandu, capital do Nepal e cidade mais atingida pelo terremoto que deixou dois mil mortos. Foto: APApós perder casa, sobreviventes do terremoto no Nepal se espalham pelas áreas devastadas de Kathmandu, capital do País. Foto: APPessoas aguardam atendimento médico após terremoto que deixou dois mil mortos no Nepal. Foto: APApós terremoto matar mais de duas mil pessoas no Nepal, país recebe suprimentos. Foto: APCenário desolador da cidade de Kathmandu, capital do Nepal, após terremoto que deixou dois mil mortos. Foto: APCenário devastado pelo terremoto que deixou mais de dois mil mortos no Nepal. Foto: APEquipes trabalham no resgate de sobreviventes do terremoto que deixou mais de dois mil mortos no Nepal . Foto: APEquipes trabalham no resgate do terremoto que deixou mais de dois mil mortos no Nepal. Foto: APTerremoto de 7,8 graus na escala Richter devastou parte do Nepal neste sábado (25). Foto: Fotos Públicas/British Red CrossTerremoto de 7,8 graus na escala Richter devastou parte do Nepal neste sábado (25). Foto: Fotos Públicas/British Red CrossÍndia envia suprimentos para vítimas do terremoto no Nepal. Foto: Fotos Públicas/Ministério da Defesa da ÍndiaÍndia envia suprimentos para vítimas do terremoto no Nepal. Foto: Fotos Públicas/Ministério da Defesa da ÍndiaÍndia envia suprimentos para vítimas do terremoto no Nepal. Foto: Fotos Públicas/Ministério da Defesa da ÍndiaÍndia envia suprimentos para vítimas do terremoto no Nepal. Foto: Fotos Públicas/Ministério da Defesa da ÍndiaKarina Oliani apontando para o topo do Everest. Foto: Arquivo pessoalBrasileira Mariana Malaguti Uchôa, de 26 anos, está desaparecida no Nepal. Foto: Reprodução/FacebookTerremoto de 7,9 de magnitude deixa centenas de mortos no Nepal. Foto: APPessoas são socorridas após terremotos que matou mais de mil pessoas no Nepal. Foto: APEquipes de socorro buscam sobreviventes após terremoto que matou mais de mil pessoas no Nepal. Foto: APCidade fica completamente destruída após terremoto que matou mais de mil pessoas no Nepal. Foto: APTerremoto atingiu Nepal e deixou mais de mil mortos . Foto: APTerremoto de 7,9 de magnitude deixa centenas de mortos no Nepal. Foto: APSituação dos acampamentos de montanhistas após terremoto que atingiu o Everest. Foto: APTerremoto de 7,9 de magnitude deixa centenas de mortos no Nepal. Foto: APTerremoto de 7,9 de magnitude deixa centenas de mortos no Nepal. Foto: APSituação dos acampamentos de montanhistas após terremoto que atingiu o Everest. Foto: APGuias retiram turistas do Everest após montanha ser atingida por terremoto. Foto: APVista do Everest após terremoto que matou mais de mil pessoas no Nepal. Foto: APTerremoto de 7,9 de magnitude deixa centenas de mortos no Nepal. Foto: APTerremoto de 7,9 de magnitude deixa centenas de mortos no Nepal. Foto: APTerremoto de 7,9 de magnitude deixa centenas de mortos no Nepal. Foto: APTerremoto de 7,9 de magnitude deixa centenas de mortos no Nepal. Foto: APTerremoto de 7,9 de magnitude deixa centenas de mortos no Nepal. Foto: APTerremoto de 7,9 de magnitude deixa centenas de mortos no Nepal. Foto: APTerremoto de 7,9 de magnitude deixa centenas de mortos no Nepal. Foto: APTerremoto de 7,9 de magnitude deixa centenas de mortos no Nepal. Foto: AP




Leia tudo sobre: terremotoNepalréplicaKatmandu

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas