Aproximação de tufão retira milhares de pessoas de suas casa nas Filipinas

Por Agência Brasil | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Tufão Noul perdeu força, mas ainda representa uma grande ameaçã ao país asiático, com possibilidade de grandes inundações e deslizamentos de terra

Agência Brasil

Mais de 1,2 mil pessoas foram retiradas de casa devido à aproximação do tufão Noul, no Norte das Filipinas. A tempestade ameaça causar inundações e deslizamentos de terras, informaram neste domingo (10) agências governamentais.

O Noul, que desacelerou ligeiramente, mas ganhou força com rajadas de vento de 205 quilômetros por hora, deve atingir o extremo Norte da ilha de Luzon, a principal do país, ao fim do dia de hoje, segundo a chefe da Divisão de Monitoramento da Meteorologia das Filipinas, Esperanza Cayanán.

Como medida preventiva, cerca de 1,2 mil pessoas foram retiradas das áreas previstas para serem as mais afetadas pelo tufão, informou Mina Marasigan, porta-voz do Conselho Nacional de Monitoramento de Desastres das Filipinas. “Há áreas em que podem ocorrer deslizamentos de terras e inundações repentinas. Há zonas costeiras que podem ser atingidas por ondas de até 1,5 metro”, disse.

O governo filipino já ordenou a suspensão dos serviços de transporte marítimo. Alguns voos domésticos também foram cancelados como medida preventiva de segurança. Cerca de 20 tufões e tempestades atingem anualmente as Filipinas, com a maior parte a causar mortes.

Leia tudo sobre: FilipinasTufãocasas

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas