As autoridades nepalesas elevaram para 7.652 o número de mortos após tremor e estimam em 16.390 o grupo de feridos

Agência Brasil

O primeiro-ministro nepalês, Sushil Koirala, anunciou que serão construídas casas à prova de terremoto no país, atingido por um forte abalo no dia 25 de abril. Ministério dos Desastres, para enfrentar este tipo de crises, também será criado, segundo disse o primeiro-ministro.

Hoje:  Criança indiana quebra cofrinho para ajudar vítimas de terremoto no Nepal

Um idoso anda pelo que restou de templo após fim do período de luto pela morte de um membro de sua família em Bhaktapur
AP
Um idoso anda pelo que restou de templo após fim do período de luto pela morte de um membro de sua família em Bhaktapur

Ontem:  Foto viral de irmãos atribuída ao tremor no Nepal foi tirada em 2007 no Vietnã

"Muitas casas em todo o país ficaram destruídas. Agora o governo planeja construir casas que sofram menos com o impacto dos sismos", disse Koirala na terça-feira (5), em declarações publicadas hoje (6) nos jornais locais My Republica e Kantipur.

"Trabalhemos juntos em vez de criticar o governo", disse Koirala, que pediu à oposição e a outros setores da sociedade que façam frente aos desafios que o país enfrenta "com valentia" e deixem de lado as "visões pessimistas".

Milagre:  Após nove dias, dois sobreviventes do terremoto são resgatados no Nepal

As autoridades nepalesas elevaram hoje para 7.652 o número de mortos e estimaram em 16.390 o universo de feridos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.