Helicóptero de general brasileiro é alvejado na República Democrática do Congo

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Grupo formado por supostos membros das Forças Democráticas Aliadas (ADF) teria atacado o helicóptero. Após um pouso de emergência, o comandante Santos Cruz saiu ileso

Um helicóptero no qual estava o general brasileiro Carlos Alberto dos Santos Cruz, de 62 anos, comandante das tropas da ONU na República Democrática do Congo, foi alvejado por um grupo de rebeldes na última segunda-feira (4). Após um pouso de emergência, o comandande saiu ileso.

Além do comandante Carlos Alberto dos Santos Cruz, outros soldados foram atacados no Congo
Divulgação MONUSCO/Sylvain Liechti
Além do comandante Carlos Alberto dos Santos Cruz, outros soldados foram atacados no Congo

Ontem, o mesmo grupo – segundo à ONU formado por supostos membros das Forças Democráticas Aliadas (ADF, sigla em inglês) – emboscou soldados de paz das Nações Unidas da Tanzânia na região de Beni, North Kivu. Dois militares morrerram e 13 pessoas ficaram feridas. Quatro outros soldados estão desaparecidos.

Leia também: Até 80 pessoas são mortas por supostos rebeldes de Uganda no Congo

"O secretário-geral condena as contínuas atrocidades cometidas pelo ADF contra civis indefesos na área de Beni", informou comunicado oficial da ONU.

"A ONU continua comprometida a tomar todas as ações necessárias em conformidade com a resolução do Conselho de Segurança para proteger os civis e neutralizar os grupos armados no leste da República Democrática do Congo", completou.

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas