Membro deveria ter sido incinerado após procedimento cirúrgico, mas foi parar em usina de processamento de lixo

BBC

Um americano levou um grande susto ao ser procurado pela polícia – na investigação sobre o seu próprio assassinato.

2012:  Com plantação na cobertura, hospital dos EUA oferece 'comida de fazenda'

Perna amputada de americano vai parar no lixo e vira caso de polícia
Getty Images
Perna amputada de americano vai parar no lixo e vira caso de polícia

EUA: Hospital da Filadélfia oferece realismo para combater violência armada 

Os investigadores suspeitaram da morte de John Timiriasieff, que vive na Flórida, depois que uma perna amputada foi encontrada em uma usina de processamento de lixo. O membro tinha uma etiqueta com o nome dele.

A perna direita havia sido cortada logo abaixo do joelho no Doctors Hospital em Coral Gables. Mas o membro não foi incinerado - como ocorreria normalmente - e acabou sendo encontrado mais tarde em uma central de processamento de lixo.

Timiriasieff, localizado em novembro do ano passado, deu início a um processo judicial contra o hospital por danos emocionais.

A entidade se pronunciou por meio de uma nota: "Procedimentos adequados foram reforçados para prevenir que situações similares ocorram no futuro", afirmou.

O advogado de Timiriasieff disse à BBC que as duas partes chegaram a um acordo e o processo não será levado adiante.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.