Mortos em terremoto no Nepal passam de sete mil

Por BBC | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Deslizamentos de terra e más condições climáticas estão tornando ainda mais difícil a chegada de socorro

BBC

O governo do Nepal afirmou que ao menos 7.040 morreram e mais de 14 mil ficaram feridas no terremoto de magnitude 7.8 que devastou o país na semana passada. Contudo, essa contagem podem aumentar na medida em que equipes de resgate avançam para regiões mais afastadas da capital.

Segundo o governo, ainda não foi possível ter acesso a todas as áreas dos distritos de Dhading, Rasuwa and Sindhupalchok, que ficam situados em áreas montanhosas cujo acesso é mais complexo.

Leia mais:

Após 8 dias, Nepal resgata mais três sobreviventes de terremoto

Deslizamentos de terra e más condições climáticas estão tornando ainda mais difícil a chegada de socorro a essas regiões.

Em Sindhupalchok, que fica ao norte da capital Kathmandu, 95% das casas foram destruídas, segundo afirmou ao serviço nepalês Himnath Dawadi, autoridade chefe do distrito.

Equipes de socorro estão usando helicópteros para chegar ao local e remover vítimas.

O governo do Nepal também afirmou que apesar dos maiores estragos provocados pelo terremoto terem ocorrido dentro das fronteiras do país, também foram constatadas 100 mortes nos vizinhos Índia, China e Bangladesh.

Restrições de pouso

O único aeroporto internacional do Nepal parou temporariamente de receber aviões de grande porte carregando ajuda humanitária.

A medida foi tomada após a identificação de buracos na pista de pouso. Só estão sendo autorizados a pousar no país aeronaves que tenham menos de 196 toneladas.

O governo afirmou porém que a medida não vai afetar a entrada de recursos para socorrer as vítimas do terremoto.

O chefe da agência de aviação civil do país, Mahendra Singh Rawal, disse à BBC que aviões de porte médio ou pequeno continuam operando normalmente.

A pista deve ser liberada para as aeronaves maiores após a conclusão de reparos.

Cenário devastado pelo terremoto que deixou mais de três mil mortos no Nepal. Foto: APCenário devastado pelo terremoto que deixou mais de três mil mortos no Nepal. Foto: APCenário devastado pelo terremoto que deixou mais de três mil mortos no Nepal. Foto: APCenário devastado pelo terremoto que deixou mais de três mil mortos no Nepal. Foto: APCenário devastado pelo terremoto que deixou mais de três mil mortos no Nepal. Foto: APCenário devastado pelo terremoto que deixou mais de três mil mortos no Nepal. Foto: APCenário devastado pelo terremoto que deixou mais de três mil mortos no Nepal. Foto: APCenário devastado pelo terremoto que deixou mais de três mil mortos no Nepal. Foto: APCenário devastado pelo terremoto que deixou mais de três mil mortos no Nepal. Foto: APCenário devastado pelo terremoto que deixou mais de três mil mortos no Nepal. Foto: APCenário devastado pelo terremoto que deixou mais de três mil mortos no Nepal. Foto: APCenário devastado pelo terremoto que deixou mais de três mil mortos no Nepal. Foto: APCenário devastado pelo terremoto que deixou mais de três mil mortos no Nepal. Foto: APCenário devastado pelo terremoto que deixou mais de três mil mortos no Nepal. Foto: APCenário devastado pelo terremoto que deixou mais de três mil mortos no Nepal. Foto: APCenário devastado pelo terremoto que deixou mais de três mil mortos no Nepal. Foto: APCenário devastado pelo terremoto que deixou mais de três mil mortos no Nepal. Foto: APCenário devastado pelo terremoto que deixou mais de três mil mortos no Nepal. Foto: APCenário devastado pelo terremoto que deixou mais de três mil mortos no Nepal. Foto: APCenário devastado pelo terremoto que deixou mais de três mil mortos no Nepal. Foto: APHomem executa ritos finais antes de cremar vítima do terremoto no Nepal. Foto: APCaixão à espera de corpo de vítima de terremoto que matou mais de duas mil pessoas no Nepal. Foto: APMulher chora ao lado de local em que corpo de vítima é cremado no meio da rua. Foto: APPessoas observam cremação em plena rua de vítima de terremoto no Nepal. Foto: APPessoas reconhecem corpos de familiares que foram vítimas de terremoto que matou mais de duas mil pessoas no Nepal. Foto: APMulheres choram diante dos corpos de parentes que morreram no terremoto do Nepal. Foto: APSituação de Katmandu, capital do Nepal, após terremoto que matou mais de duas mil pessoas. Foto: APCriança é socorrida após terremoto que deixou mais de dois mil mortos no Nepal. Foto: APSobreviventes de terremoto se desesperam ante ao cenário de destruição . Foto: APIdosa caminha por Katmandu, capital do Nepal e cidade mais atingida pelo terremoto que deixou dois mil mortos. Foto: APApós perder casa, sobreviventes do terremoto no Nepal se espalham pelas áreas devastadas de Kathmandu, capital do País. Foto: APPessoas aguardam atendimento médico após terremoto que deixou dois mil mortos no Nepal. Foto: APApós terremoto matar mais de duas mil pessoas no Nepal, país recebe suprimentos. Foto: APCenário desolador da cidade de Kathmandu, capital do Nepal, após terremoto que deixou dois mil mortos. Foto: APCenário devastado pelo terremoto que deixou mais de dois mil mortos no Nepal. Foto: APEquipes trabalham no resgate de sobreviventes do terremoto que deixou mais de dois mil mortos no Nepal . Foto: APEquipes trabalham no resgate do terremoto que deixou mais de dois mil mortos no Nepal. Foto: APTerremoto de 7,8 graus na escala Richter devastou parte do Nepal neste sábado (25). Foto: Fotos Públicas/British Red CrossTerremoto de 7,8 graus na escala Richter devastou parte do Nepal neste sábado (25). Foto: Fotos Públicas/British Red CrossÍndia envia suprimentos para vítimas do terremoto no Nepal. Foto: Fotos Públicas/Ministério da Defesa da ÍndiaÍndia envia suprimentos para vítimas do terremoto no Nepal. Foto: Fotos Públicas/Ministério da Defesa da ÍndiaÍndia envia suprimentos para vítimas do terremoto no Nepal. Foto: Fotos Públicas/Ministério da Defesa da ÍndiaÍndia envia suprimentos para vítimas do terremoto no Nepal. Foto: Fotos Públicas/Ministério da Defesa da ÍndiaKarina Oliani apontando para o topo do Everest. Foto: Arquivo pessoalBrasileira Mariana Malaguti Uchôa, de 26 anos, está desaparecida no Nepal. Foto: Reprodução/FacebookTerremoto de 7,9 de magnitude deixa centenas de mortos no Nepal. Foto: APPessoas são socorridas após terremotos que matou mais de mil pessoas no Nepal. Foto: APEquipes de socorro buscam sobreviventes após terremoto que matou mais de mil pessoas no Nepal. Foto: APCidade fica completamente destruída após terremoto que matou mais de mil pessoas no Nepal. Foto: APTerremoto atingiu Nepal e deixou mais de mil mortos . Foto: APTerremoto de 7,9 de magnitude deixa centenas de mortos no Nepal. Foto: APSituação dos acampamentos de montanhistas após terremoto que atingiu o Everest. Foto: APTerremoto de 7,9 de magnitude deixa centenas de mortos no Nepal. Foto: APTerremoto de 7,9 de magnitude deixa centenas de mortos no Nepal. Foto: APSituação dos acampamentos de montanhistas após terremoto que atingiu o Everest. Foto: APGuias retiram turistas do Everest após montanha ser atingida por terremoto. Foto: APVista do Everest após terremoto que matou mais de mil pessoas no Nepal. Foto: APTerremoto de 7,9 de magnitude deixa centenas de mortos no Nepal. Foto: APTerremoto de 7,9 de magnitude deixa centenas de mortos no Nepal. Foto: APTerremoto de 7,9 de magnitude deixa centenas de mortos no Nepal. Foto: APTerremoto de 7,9 de magnitude deixa centenas de mortos no Nepal. Foto: APTerremoto de 7,9 de magnitude deixa centenas de mortos no Nepal. Foto: APTerremoto de 7,9 de magnitude deixa centenas de mortos no Nepal. Foto: APTerremoto de 7,9 de magnitude deixa centenas de mortos no Nepal. Foto: APTerremoto de 7,9 de magnitude deixa centenas de mortos no Nepal. Foto: AP


Leia tudo sobre: nepalterremoto no nepal

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas