Só nesta semana, os militares nigerianos conseguiram colocar em liberdade 677 pessoas, a maioria mulheres e crianças

O Exército da Nigéria anunciou neste sábado (02) que libertou 234 mulheres das mãos do grupo terrorista Boko Haram. Elas estavam presas na floresta de Sambisa, uma das bases dos jihadistas no país. Só nesta semana, os militares nigerianos conseguiram colocar em liberdade 677 pessoas - a maioria mulheres e crianças. Essas ações só foram possíveis porque o novo governo do país está usando muitas tropas por terra e ataques aéreos para atacar pontos de concentração dos extremistas.

Leia mais:

Boko Haram já sequestrou mais de 2 mil mulheres, segundo ONG

As resgatadas contaram que foram usadas como escudos humanos pelos membros do Boko Haram e muitas delas já haviam sido forçadas ao matrimônio com os terroristas.

Muitos dos bebês que aparecem nas imagens divulgadas pelo governo estão desnutridos.
Porém, entre as resgatadas, não há informações de que alguma delas seja parte do grupo de 200 estudantes raptadas há um ano pelos extremistas.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.