Um adolescente e duas mulheres sobreviveram à terremoto na capital do país, Katmandu, e foram salvos por equipe da USaid

Um jovem de 15 anos e duas mulheres foram retirados com vida de escombros no Nepal nesta quinta-feira (30) após cinco dias do terremoto que atingiu o país.

Hoje: Chega a 5.489 número de mortos após terremoto no Nepal

Pemba Tamang, 15, se recupera em hospital de campanha israelense para as vítimas do terremoto em Kathmandu, Nepal
AP
Pemba Tamang, 15, se recupera em hospital de campanha israelense para as vítimas do terremoto em Kathmandu, Nepal

Assista:  Vídeo mostra devastação em distrito próximo a epicentro de terremoto no Nepal

O rapaz estava em um prédio de sete andares na capital do país, Katmandu, e foi resgatado dos restos de concreto por uma equipe da USaid. Uma das mulheres foi retirada de uma casa destruída no bairro de Dadhikot, em Katmandu, e outra na cidade de Bhaktapur.

Apesar das boas notícias, o número de mortos da tragédia subiu para 5.825, segundo o Centro Nacional para Operações de Emergência nepalês. Ao todo, são 10.866 feridos. Um site especializado em catástrofes, o earthquake-report.com, estima que o balanço final de vítimas deve ficar em nove mil pessoas, com danos materiais de cerca de US$ 3,5 milhões. Esses números têm como base diversos tipos de dados - de tweets a dados de sismologia - em mais de 60 idiomas.

Milagre:  Bebê é encontrado vivo após três dias soterrado no Nepal

"Neste momento, nossas projeções dão uma média entre 8 mil e 9 mil mortos, mas não se exclui que chegue a 10 mil", explicou o cofundador do site, James Daniel do Instituto de Tecnologia Karlsruhe. Sobre os danos, Daniel explica que eles são "relativamente baixos" para eventos desse tipo.

"Isso não se deve ao impacto do terremoto, que trouxe uma grande destruição, mas à pobreza do país. O valor de toda a infraestrutura da região não supera os US$ 40 milhões", finalizou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.